domingo, 10 de outubro de 2021

Fla sobrevive em meio ao caos e dá demonstração de força na luta pelo tri




Uol: A vitória por 3 a 0 sobre o Fortaleza manteve no Flamengo acesa a chama pelo sonho do tricampeonato do Brasileiro e deu um gás extra para uma equipe que encara desafios dentro e fora do campo.



Em uma semana de duelos contra duas times da ponta de cima da tabela, o Fla passou alguns dias na estrada e impediu que o líder Atlético-MG desgarrasse na ponta. Com os mesmos quatro pontos conquistados (os atleticanos também venceram uma e empataram outra), o Rubro-negro manteve a distância de 11 pontos e segue com duas partidas a menos.

Essa sequência era tida como fundamental na Gávea para que a disputa seguisse aberta, já que o Rubro-negro não para de contabilizar desfalques provocados por convocações e lesões.



Após a preocupação causada pela lesão de Arrascaeta, a dor de cabeça da vez fica por conta de Bruno Henrique e Diego Alves, que não atuaram no Castelão. Com trauma no pé direito, o goleiro preocupa, assim como o atacante, diagnosticado com dores na coxa esquerda.

"Amanhã ou depois alguém vai aparecer de cadeira de rodas e vão dizer que o Renato está poupando. Nós deveríamos poupar, mas a gente não poupa jogadores. Eu coloco jogadores em campo arriscando", disse um irritado técnico, que completou:



"O Flamengo é o único clube que está disputando três competições, é o único que está bem nas três. Está numa final de Libertadores , bem no Brasileiro e está numa semifinal de Copa do Brasil . Os números estão aí".

Ainda sem os convocados Isla, Everton Ribeiro e Gabigol , Renato começa a preparar a equipe para o jogo de quarta (13) contra o Juventude , 19h, no Maracanã. O tempo é escasso e os problemas médicos só crescem, mas a expectativa é que alguns lesionados já possam retornar, casos de Gustavo Henrique e Diego. Suspenso pelo terceiro amarelo, Vitinho está fora. De volta ao Rio, Arrascaeta vai iniciar sua recuperação no Ninho.



Por outro lado, o duelo contra os gaúchos ainda será mais um capítulo da série de baixas provocadas pelas datas-Fifa. O que faz com que o otimismo cresça, contudo, é a sequência de quatro partidas em casa pelo Brasileiro, série considerada fundamental para definir o futuro rubro-negro na competição. Um desses encontros será contra o Galo.

"São muitos na seleção, muitos no departamento médico, mas isso aqui é Flamengo. Jogador pode se machucar subindo no ônibus, futebol é contato. Quem sabe das informações são as pessoas que estão aqui dentro. O que o torcedor tem de fazer é escutar o treinador, o médico, o presidente. Se estamos pecando é por estarmos acelerando a volta de alguns", afirmou o treinador.



O elenco rubro-negro ganhou um dia de folga e retoma os trabalhos amanhã (11). O grupo inicia os trabalhos para encarar os alviverdes, e Renato torce por mais boas notícias para poder montar com mais possibilidades o time que vai a campo.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário