terça-feira, 3 de agosto de 2021

Balanço semestral do Flamengo mostra finanças equilibradas mas pede limite de gastos com contratações




O Flamengo fechou o primeiro semestre de 2021 com as contas equilibradas. O clube registrou um leve prejuízo de R$ 116 mil, mas ressaltou que mantém considerável posição em caixa para atravessar o restante do ano: R$ 33,4 milhões. A informação é do site Globoesporte.com



Em documento publicado junto com o balancete semestral, a projeção é de que o Flamengo feche 2021 com um resultado próximo do equilíbrio, "podendo ser levemente superavitário ou deficitário em função da abertura ou não dos estádios (...) e do saldo final de negociações de jogadores no segundo semestre.

O balancete ainda não contabilizou a venda de Gerson ao Olympique de Marselha, que foi oficializada em julho. Ainda assim, o clube conseguiu se manter saudável, principalmente com o incremento de receitas de marketing, como novos contratos de patrocínio.



Apesar do equilíbrio, o documento deixa claro: o objetivo é limitar o investimento em contratações de jogadores, evitando pagar qualquer quantia em 2021.

- Mantendo a necessária prudência e as boas práticas de gestão, os investimentos de capital, seja em ativos ou jogadores, se manterão extremamente limitados no segundo semestre e, mesmo quando houver, o objetivo é de que não existam desembolsos em 2021 - diz um trecho da explicação do balanço.

Confira as receitas do Flamengo no primeiro semestre de 2021:

  • Receita operacional bruta: R$ 364 milhões
  • Mídia, prêmios e publicidade: R$ 178 milhões
  • Mídias digitais e licenciamento: R$ 91 milhões
  • Operações de jogos: R$ 23 milhões
  • Venda de atletas: R$ 54 milhões
  • Outros: R$ 15 milhões


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário