Corinthians buscará divisão de carga de ingressos contra o Flamengo diferente da Libertadores


Corinthians e Flamengo farão as grandes finais da Copa do Brasil, primeiro na Neo Química Arena e, depois, no Maracanã, conforme sorteio realizado nesta terça-feira, na sede da CBF. Diferentemente do que foi feito nas quartas de final da Libertadores, o time paulista buscará uma divisão na carga de ingressos referente à capacidade dos estádios.


“São competições diferentes e números diferentes. Na Libertadores, era um número absoluto, então há reciprocidade, você dá dois mil ingressos e recebe dois mil ingressos. Na Copa do Brasil, assim como no Brasileirão, existe percentual do estádio”, iniciou o presidente do time paulista, Duilio Monteiro Alves, após o sorteio.


“Contra o Fluminense (na semifinal), por exemplo, fizemos 6% da carga da Neo Química Arena e 6% no Maracanã. Isso que será feito com o Flamengo, mas ainda não sei o percentual“, complementou.


Nas quartas de final da Libertadores, foram quatro mil ingressos distribuídos de forma recíproca entre as torcidas de Corinthians e Flamengo, em Itaquera e no Rio de Janeiro, mesmo com capacidades bem diferentes dos estádios, o que gerou críticas dos torcedores corintianos.

“Mesmo na Libertadores, tínhamos quatro mil torcedores que fizeram um barulho incrível e que gritaram mais alto que os outros 60 mil que estavam lá”, falou o mandatário.


Já contra o Fluminense, na semifinal da Copa do Brasil, primeiro disputada no Maracanã e, depois, na Neo Química Arena, as diretorias chegaram a um acordo para a liberação de 6% da carga de ingressos ao setor visitante nas partidas de ida e volta.

Segundo regulamento geral da competição, o clube visitante terá o direito de reservar à sua torcida a quantidade máxima de ingressos correspondente a 10% da capacidade do estádio ou da capacidade permitida pelos órgãos de segurança.

As finais entre Corinthians e Flamengo acontecerão nos dias 12, na Neo Química Arena, e 19 de outubro, no Maracanã, ainda em horários a serem definidos – as datas são datas-base.


Para chegar até a final, o time paulista passou por Portuguesa-RJ, Santos, Atlético-GO e Fluminense, enquanto o Rubro-Negro deixou para trás Altos-PI, Atlético-MG, Athletico-PR e São Paulo. Ambos os clubes entraram na terceira fase da competição.

Até aqui, os clubes já embolsaram R$ 16,8 milhões pela passagem das fases. O campeão vai levar mais R$ 60 milhões e o vice ficará com R$ 25 milhões.

Fonte: Gazeta
Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.