Estudo compara finanças dos quatro grandes de São Paulo com Flamengo




Gazeta Esportiva: O último estudo desenvolvido pela Sports Value compara as finanças de Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo com os números do Flamengo, que teve o maior faturamento entre os clubes brasileiros após a pandemia.



Finanças em baixa

No estudo sobre as finanças, Tricolor Paulista registra o maior déficit entre os times citados em 2021: fechou o ano com diferença negativa de R$ 106,5 milhões. O Rubro-Negro carioca, por sua vez, apresentou o melhor saldo positivo: R$ 177,6 milhões. Já entre os paulistas, quem se saiu melhor foi o Verdão: R$ 123,4 milhões, acompanhado de longe por Santos (43,9) e Corinthians (5,7).

Somando os quatro últimos anos (2018 a 2021), o São Paulo ainda amarga o pior déficit, em R$ 385 milhões. O Corinthians, por sua vez, tem o segundo (R$ 356,6 milhões) e o Santos, o terceiro, R$ 129,8 milhões. O Palmeiras, por outro lado, é o único time do estado com números positivos neste recorte temporal: R$ 4,8 milhões. Disparado, o Flamengo lidera este ranking, com R$ 179,5 milhões de superávit.



Estudo traz maior receita

Já em relação às receitas de 2021, o Flamengo foi o único clube a superar a marca milionária: apresentou R$ 1,08 bilhão. O Palmeiras vem em segundo, com R$ 910 milhões, e está à frente de Corinthians (R$ 501,8 milhões), São Paulo (465,3) e Santos (406,8).

Maior dúvida: destaque no estudo

Por fim, no tocante às dívidas, o Timão aparece em primeiro, com R$ 912 milhões neste último ano. O Tricolor Paulista, por sua vez, conta com R$ 642,5 milhões, e o Peixe, R$ 509,1 milhões. Palmeiras (434,1) e Flamengo (428,2) compõem o resto da lista.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Arte Notícias do Fla

Postar um comentário

15 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
  1. Eh Palmeiras, se não fosse a crefisa para injetar grana, estaria na mesma situação financeira dos demais paulistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mal sabe que a Crefisa não é sustentadora do Palmeiras. Ela é importante? Sim, muito! Mas ela hoje devido a pandemia representa 17% da receita do clube. Antes da pandemia ela representava muito menos. Se atualiza, nosso Palmeiras não é dependente de patrocinador não. Temos outras fontes de receitas também.

      Excluir
  2. Tá osso a vida do cheirinho. Escava mais, para ver se 2019 acontece pela segunda vez em sua vida. Em vez de ficar tentando achar argumentos inúteis, para tentar amenizar o sofrimento do momento, melhor hibernar para não ficar tão hilário. Oh dó !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foda é não ganhar nada e ainda perder dinheiro kkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Olha só o Deyverson, vai roubando a bola o Deyverson bateu pro gooooool...gooooooooooooooooooooooo eeeeee do palmeiras🤣🤣🤣💚

    ResponderExcluir
  4. Foi vice e lucrou muito mais e é o time que deve menos, o futuro do futebol brasileiro será apenas o flamengo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então com dívida parcelada qualquer um fica em dia e duvido que teve 177. Milhões de superávit

      Excluir
  5. Cada um tem o patrocinador que merece nao acha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc esqueceu de um pequeno detalhe: Seu time não tem Estádio, então não pode se comparar a nenhum grande Paulista.

      Excluir
  6. Foi vice e lucrou muito mais kkkkkk aí manja de gestão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina se tivesse sido campeão?

      Excluir
    2. As não foi!

      Excluir
    3. Vai indenizar as famílias dos meninos meninos que vc6 mataram dps conversamos!!!

      Excluir
  7. d verdade o flamengo é o time d futuro mesmo sendo viçe fatura mais que uns viçe mundial kkkk

    ResponderExcluir
  8. A Ernst & Young que deveria auditar as contas do balanço do Flamengo é sócia do time em questões de internacionalização da marca Flamengo na Europa e na época do Bandeira ela insuflou o ativo para posterior diferimento e assim fraudar os resultados e poder claramente negociar em bons termos a parceria. A empresa de Auditoria ficar sócia da empresa auditada é no mínimo falta de ética. Exemplo bem claro é ela ter diferido as parcelas vincendas do contrato do Pedro com a Fiorentina e ficar impossibilitada de qualquer negociação sob risco do esclarecimento da fraude, no balanço aparece somente as parcelas do Gabigol.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário