terça-feira, 21 de junho de 2022

Entenda grave lesão de Bruno Henrique e como Flamengo tenta encurtar prazo




O Globo: A complexa lesão multiligamentar no joelho direito de Bruno Henrique é tratada no Flamengo como de gravidade máxima. O atacante sofreu ruptura total do ligamento cruzado anterior, e danificou ainda o ligamento colateral lateral e a região do canto posterolateral, que é a parte externa do joelho.



O Flamengo confirmou que o atleta passará por cirurgia nos próximos dias, e depois disso iniciará um tratamento com previsão de recuperação de 10 a 12 meses. Esse é o prazo previsto na literatura. O clube, como em todos os casos, vai tentar encurtá-lo. Mas não vê a tarefa simples.

A tendência é que haja uma explicação detalhada do clube sobre a lesão multiligamentar após a realização da operação. A reabilitação prevê dedicação de tempo praticamente exclusiva com fisioterapia todos os dias, o que normalmente favorece o prazo de retorno. Entretanto, a previsão não deve ser muito diferente de um ano inteiro para o tratamento e recuperação física de Bruno Henrique.



A reportagem ouviu médicos e ex-jogadores que tiveram problema semelhante, e a constatação é que mesmo com o retorno entre 10 e 12 meses, Bruno Henrique tem a sua carreira em alto nível ameaçada. Sobretudo por se tratar de um jogador de velocidade.

O rompimento dos ligamentos do joelho afetará não apenas a potência para os arranques característicos, mas atrapalhará a estabilidade do joelho para que o atleta os realize. Ou seja, quando pisar no chão para arrancar, não terá a mesma firmeza, apesar da reconstituição dos ligamentos.



Caso semelhante ocorreu com outro velocista que jogou no Flamengo, o atacante Berrío.  O colombiano sofreu uma ruptura do tendão patelar do joelho esquerdo e também foi operado. Quando voltou, teve dificuldade de imprimir seu estilo, e acabou negociado.

Diante do atual cenário, o Flamengo avalia a reposição da perda. Bruno Henrique era peça-chave no esquema ofensivo da equipe, e a contratação de mais um atacante de força e velocidade está na pauta das reuniões entre a diretoria e o técnico Dorival Junior.

Apesar da chegada de Éverton Cebolinha, o elenco não tem um atleta com as mesma características de Bruno Henrique em termos de finalização e velocidade, inclusive no jogo aéreo. BH tem contrato até o fim de 2023 com o Flamengo e desejava renovar o vínculo. Com a lesão, a volta está prevista para meados da próxima temporada, e o futuro do jogador no clube  vira uma incógnita.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Cassiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário