sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Jogadores podem usar chip que vai facilitar o trabalho do VAR




Uol: A Copa do Mundo de 2022 pode trazer uma grande novidade em relação ao uso do VAR. O presidente da federação internacional de futebol, Gianni Infantino e o chefe de desenvolvimento global, Arsene Wenger, estão conduzindo o assunto. E os atletas podem usar um chip na camiseta para facilitar o trabalho do árbitro de vídeo.



A tecnologia então faz com que sejam transmitidas informações sobre a localização dos atletas dentro de campo, repassadas em tempo real para um computador. Desse modo, sempre que houver um impedimento, a posição exata dos atletas será mostrada para o VAR e a máquina dirá automaticamente se estava impedido ou não.

Além disso, o jogador impedido será mostrado em vermelho neste novo sistema, o que facilitará bastante na visualização dos lances. Entretanto, essa por enquanto é apenas uma das ideias apresentadas para melhorar o VAR. Outra ideia é que seja calculada a distância do jogador para o último defensor.



Atualmente, os árbitros de vídeo precisam analisar manualmente os lances, traçando as linhas. O grande problema é que isso demora demais, já que não é fácil colocar as linhas na posição adequada. Além disso, o sistema é sujeito a erros humanos. E como é algo de SIM ou NÃO, esse tipo de falha precisa ser inexistente.

A Fifa deverá testar as melhores ideias antes da Copa do Mundo, a partir de dezembro de 2021. O Mundial de Clubes será um dos laboratórios, com tudo sendo analisado para ser colocado em prática no Mundial de seleções, que será disputado daqui praticamente um ano, no Catar.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Getty Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário