sábado, 29 de maio de 2021

Flamengo tem força máxima e prova antes de mês de "maior dificuldade"




Uma grande prova que precede um mês que promete ser difícil para o Flamengo . O técnico Rogério Ceni tem, para o jogo com o Palmeiras, amanhã (30), a equipe apontada como titular toda à disposição, algo que não acontecia há quase dois meses. Um suspiro providencial para a estreia no Campeonato Brasileiro , que será realizada às vésperas de um período com baixas importantes no elenco por conta das seleções nacionais.



O confronto com o Verdão —basicamente o jogo mais esperado do calendário nacional hoje em dia— ganha ainda mais peso para que o comandante rubro-negro possa avaliar a evolução do time, principalmente, no sistema defensivo. Afinal, coincidentemente, a última vez que teve "do goleiro ao ponta esquerda" em campo foi justamente contra a equipe do técnico Abel Ferreira, na Supercopa do Brasil, no dia 11 do mês passado .

De lá para cá, conviveu com algumas ausências, principalmente do goleiro Diego Alves e do zagueiro Rodrigo Caio. Contra o Vélez Sarsfield , da Argentina, pela Libertadores , na última quinta-feira, os dois estiveram em campo, mas Willian Arão e Bruno Henrique estavam suspensos.



A força máxima, porém, vai durar pouco. Na segunda-feira, as duplas Everton Ribeiro e Gabigol e Gerson e Pedro se tornam desfalques por se apresentarem à seleção brasileira principal e olímpica, respectivamente. Além deles, o Flamengo perderá ainda Isla para o Chile e Arrascaeta para o Uruguai.

Rogério Ceni, por sua vez, busca o melhor planejamento junto à comissão técnica para os confrontos em que não terão tais jogadores. No ataque, por exemplo, sem Pedro e Gabigol, aguarda a situação do jovem Gabriel Muniz — que estava na mira do futebol belga — e não descarta utilizar Bruno Henrique como referência no setor.



Sem Ribeiro e Arrascaeta, e no aguardo da situação de Gerson, que tem proposta do Olympique de Marselha, da França , o meio de campo também poderá ter uma nova cara em breve.

"A maior dificuldade que vamos enfrentar é o mês de junho, até a Copa América. Vamos enfrentar dificuldade porque não temos Everton Ribeiro, Arrascaeta, Gabigol... Não sabemos como vai ficar a situação do Gerson. São desfalques de peso que fica mais difícil pelo curto espaço de tempo entre os jogos", disse Ceni, após o empate sem gols com o Vélez.



Tite chamou o meia Everton Ribeiro e o atacante Gabigol para confrontos serão realizados contra Equador (em casa) e Paraguai (fora de casa) nos dias 4 e 8 de junho, respectivamente. Já Jardine incluiu o volante Gerson e o atacante Pedro na lista de jogadores "período de preparação" da equipe para a Olimpíada de Tóquio, que começa no dia 23 de julho.

"Temos de acreditar no nosso elenco"
O meia Arrascaeta fez uma projeção da estreia do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro e ressaltou a dificuldade da competição, mas demonstrou confiança no grupo.


"A gente sabe que, quando começa a competição, a expectativa é muito grande. Vamos enfrentar grandes times, com grandes jogadores, mas temos de acreditar muito no nosso elenco, nos nossos jogadores. Tomara que possamos terminar mais um ano na primeira colocação", disse, em entrevista à FlaTV.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2021/05/29/flamengo-tem-forca-maxima-e-teste-antes-de-mes-de-maior-dificuldade.htm
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário