quinta-feira, 25 de junho de 2020

Mauro Cezar destaca situação financeira do Benfica como ‘empecilho’ para investir em Jesus: “Muito improvável”



Ídolo do Flamengo, Jorge Jesus tornou-se um dos principais treinadores do futebol mundial nos últimos meses. De acordo com a emissora ‘Tvi24’, de Portugal, o Mister estaria na lista de interesses do Benfica para assumir o comando da equipe a partir da próxima temporada. Entretanto, na visão do jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN, é muito improvável que a contratação ocorra. A situação financeira do clube português seria o principal fator.


— O Benfica, nos últimos anos, em 2018, 2019, se ajustou financeiramente. Fez aquele famoso acordo com uma empresa de telecomunicações e conseguiu fazer um ajuste para equacionar sua dívida, que foi bastante reduzida, inclusive. Foi um período de recuperação do clube dentro de uma estratégia diferente e muito polêmica, pois passou a restringir os acessos às imagens de suas coletivas, treinos e jogos … Perdendo um pouco a capacidade de expandir a marca. Mas recebeu dinheiro por isso e conseguiu dar uma saneada nas finanças.

— Conversando com pessoas ligadas ao Benfica, eles explicam que o clube vem sofrendo uma série de problemas de tempos pra cá, especialmente durante essa pandemia. Um deles é a Adidas, que atrasou um pagamento, como ocorreu com o Flamengo, não tem bilheteria e reduziu a arrecadação com os associados. A Emirates, que é patrocinadora master do clube, não deve renovar o vínculo. São 5 milhões de euros a menos.


— Os impostos em Portugal, com os trabalhadores, são altos, cerca de 57% em cima do salário. existem muitos jogadores que recebem muito, e evidentemente isso torna a situação mais delicada, pois perdeu arrecadação e não reduziu os vencimentos dos atletas. Fica difícil pensar que o Benfica contrate um técnico como Jorge Jesus, que ganha, no Flamengo, três vezes e meia mais do que Bruno Lage, jovem treinador do time português. É muito improvável que o Benfica, nesse momento, possa disputar com o Flamengo e oferecer uma grande condição. Qual seria a lógica de Jesus em deixar o Flamengo, que tem o melhor elenco do Brasil e possivelmente da América do Sul, podendo brigar com grandes chances por títulos importantes, para virar um coadjuvante em Portugal.

Vale destacar que Jorge Jesus renovou o vínculo com o Flamengo até junho de 2021. À frente do rubro-negro carioca, o treinador conquistou os títulos da Copa Libertadores da América, Campeonato Brasileiro, Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Taça Guanabara. Com apenas quatro derrotas desde sua chegada, o português é considerado por muitos o maior técnico da história do Mais Querido.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/06/mauro-cezar-destaca-situacao-financeira-do-benfica-como-empecilho-para-investir-em-jesus-muito-improvavel/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário