Pressão da torcida local, algoz argentino e xodó: O que esperar dos possíveis rivais do Flamengo no Mundial


Antes de pensar em uma possível final com o Real Madrid, o Flamengo terá que superar um obstáculo na semifinal do Mundial de Clubes, no dia 7 de fevereiro. Tanto o Al Hilal (SAU) quanto o Wydad Casablanca (MAR), possíveis adversários, possuem jogadores que devem ser levados em consideração pelo Rubro-Negro.  A Informação é de Bruno Braz do Uol.


O Al Hilal conta com 12 jogadores que estiveram na seleção da Arábia Saudita na Copa do Mundo, incluindo Al-Dawsari, autor de um gol incrível contra a Argentina, além de Michael e Cuéllar, jogadores conhecidos pelo torcedor do Flamengo. 

O time Árabe ainda conta com outro jogador brasileiro, Matheus Pereira, que se destacou no West Bromwich (ING), e nomes estrangeiros conhecidos como Ighalo (ex-Manchester United), Marega (ex-Porto), Luciano Vietto (ex-Atlético de Madrid e Sevilla), entre outros. O Al Hilal venceu dois dos três últimos campeonatos asiáticos.


Já o Wydad Casablanca é o time mais popular de Marrocos e conta com a torcida local em seu favor, que promete comparecer em peso a seus jogos, além de jogadores marroquinos experientes, incluindo três que estiveram na Copa do Mundo do Qatar. O time é o maior campeão marroquino com 23 títulos nacionais.

Se os favoritos confirmarem as expectativas, a final será entre Flamengo e Real Madrid, no dia 11 de fevereiro. O Real Madrid terá a vantagem de jogar perto de casa e não precisará mudar de sede, pois jogará a semifinal em Rabat, capital do Marrocos e palco da final do torneio. Já o Flamengo terá que se deslocar de Tanger que fica ao norte do país, distante 250 km da capital.


Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.