Landim diz qual prioridade do Flamengo, em relação a estádio


O Flamengo ainda sonha em construir um estádio próprio na região do Gasômetro, no centro do Rio de Janeiro, mas sua prioridade atual mudou. Segundo o presidente do clube, Rodolfo Landim, o principal objetivo do Flamengo agora é vencer a licitação em parceria com o Fluminense e obter a administração do Maracanã por um longo período. A informação é do portal Mundo Rubro-Negro 


“É um desafio muito grande quando a gente faz as contas para tornar viável o projeto de um novo estádio. A prioridade número um do Flamengo hoje, já que estamos com o processo de licitação do Maracanã, é colocar a mão junto com o Fluminense. Estamos com eles há três anos nesse processo. Queremos vencer a licitação e ficar com o Maracanã”, disse o mandatário em entrevista à TV Brasil.

A presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques, falou sobre a intenção do Flamengo de construir um estádio na área em uma entrevista rápida com a Jovem Pan. 


“Sobre o estádio do Flamengo, estou recebo mensagens dos flamenguistas. Tive conversas com o presidente. O Flamengo quer construir um estádio na região do Gasômetro, do Porto Maravilha. A Caixa administra e faz a gestão de um fundo imobiliário que é proprietário daquele terreno”, limitou-se a dizer.

Landim também mencionou que o Vasco também pode jogar no Maracanã.

”A gente entende o seguinte: Flamengo e Fluminense não possuem nenhum estádio. Ou seja, eles precisam do Maracanã, já que lá comporta a torcida do Fla e do Flu. O Vasco tem o seu estádio, a gente entende que o Vasco precise do Maracanã em alguns jogos. Entendemos que tudo isso deve ser conversado e analisado, com análise da tabela, para também permitir que o Vasco possa jogar no Maracanã. Mas só não podemos voltar atrás e deixar o estádio como era no passado, com a grama muito ruim”, concluiu Landim.

Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.