Flamengo e Fluminense tem carta na manga por concessão de 25 anos do Maracanã




O processo de concessão do Maracanã continua complexo e vago. Depois que o governo do estado lançou um edital de licitação de longa duração com exigências rigorosas, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu o edital após constatar mais de 200 irregularidades. 

Flamengo e Fluminense, atualmente franqueados interinos do Maracanã, têm interesse em participar de uma franquia de longo prazo. O Vasco também manifestou interesse, pois pretende fazer obras de reabilitação em São Januário. 

Em entrevista ao jornalista Rodrigo Mattos, do UOL, o CEO do Maracanã, que trabalha para Flamengo e Fluminense, comentou vários aspectos da licitação do estádio, bem como o estado atual dos equipamentos e necessidades futuras. Severiano Braga revelou que, entre outras coisas, os clubes pretendem investir R$ 200 milhões em melhorias no estádio.

Em entrevista a Rodrigo Matos, o chefe do executivo revelou que Flamengo e Fluminense têm investido em melhorias concretas no Maracanã, mas é preciso mais. Ele destacou alguns dos pontos que foram atacados: “Tenho certeza que (Maracanã) está melhor do que recebeu. A gente investiu em holofotes – estava com 30% ou 40% da capacidade. Todos os holofotes estão funcionando. Parte elétrica estava ruim, banheiros, pinturas. Tudo estava a desejar.” 

Severiano Braga falou então sobre as reformas de alto impacto necessárias nos próximos anos. As lonas da cobertura do estádio são de longe o maior custo, mas existem atalhos. Severiano revelou: “Se tiver que trocar a lona, é muito caro. Não tenho que trocar a lona toda. Posso vir por partes. Não preciso vir trocar os 60 gomos de uma vez. Se tiver que trocar tudo, será uns R$ 80 milhões” .

Troca da cobertura do Maracanã custa R$ 80 milhões 

Somados, o custo chegará a 200 milhões de reais, segundo o CEO, com as modificações necessárias no telão, sistema de som, pintura e outras manutenções. Hoje, Flamengo e Fluminense pagam cerca de 200 mil reais por mês pela franquia, além do aluguel de cada jogo. 

Severiano Braga também falou sobre o gramado recém-reformado. Segundo o CEO, o atual sistema tem previsão de vida útil entre 10 e 15 anos. Dirigentes descartam instalação de grama artificial no Maracanã: “É inconcebível. É o templo futebol.” 

Por fim, Severiano Braga comentou sobre os problemas do estádio do próprio Flamengo. Ele disse que o clube ainda precisa do Maracanã, pois o estádio próprio vai demorar para se tornar realidade: “O projeto do estádio próprio está começando. A concessão é para hoje. A gente vai para concessão, e vai fazendo o projeto do estádio. Não sabemos se coloca em pé em quatro anos. E se não der certo o tempo?”

Não há previsões sobre o retorno do processo de licitação de longo prazo para o Maracanã. O TCE está em recesso de fim de ano. A resposta do governo do estado aos descumprimentos do edital será analisada em 2023.

Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Tags

Postar um comentário

1 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
  1. Será um perigo aliar se com o tricolor. Por muito menos não pagou a despesa do gramado e mantém dívida paga pelo Flamengo. Pior será por um valor tão grande. O flu não tem cacife.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário