Venda de Lázaro e lucro com Paquetá fazem Flamengo se aproximar de R$ 1 bilhão em transferências desde 2019

A venda de Lázaro ao Almeria, da Espanha, por 7 milhões de euros (R$ 36 milhões) e o lucro com a negociação de Paquetá do Lyon para o West Ham (até R$ 15 milhões) podem fazer o Flamengo atingir o patamar de quase R$ 1 bilhão em transferência de jogadores desde 2019, quando o presidente Rodolfo Landim assumiu o clube, segundo as contas da diretoria rubro-negra.

Entre 2019 e 2021, foram R$ 787 milhões arrecadados com as negociações, de acordo com os balanços financeiros. Este ano, o Flamengo tem a receber quase R$ 100 milhões por vendas anteriores, sobretudo as bonificações pela ida de Gerson ao Olympique da França, que fizeram o departamento de futebol bater a meta de transferências do primeiro semestre.

Depois das idas de Arão e Gustavo Henrique ao Fenerbahçe na janela de meio do ano, entraram mais R$ 23 milhões, que somados aos valores do resto da temporada atingem cerca de R$ 85 milhões - com destaque para a venda de Michael. O orçamento do clube para a temporada prevê a arrecadação de R$ 178 milhões em novos negócios, e está próxima de ser superada.

Arrecadação ano a ano:
2019: R$ 300 milhões
2020: R$ 222 Milhões
2021: R$ 265 milhões
2022: mais de R$ 200 milhões

Fonte: O Globo
Imagem: Reprodução

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

1 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.
  1. Parabéns a todos da diretoria por uma boa administração e que continue assim.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário