segunda-feira, 4 de julho de 2022

Flamengo acelera negociações mercado para corrigir rota na temporada




Uol: O Flamengo vive uma janela agitada de mercado neste meio de ano, em um movimento que a diretoria e a torcida só esperam que não seja tardio em relação ao planejamento inicial para a temporada. Com reforço já anunciado e outras negociações de impacto já bem encaminhadas, o clube ainda analisa mais possíveis reforços e pode apresentar novidades em breve.



O Rubro-Negro tem um acordo encaminhado com o volante chileno Arturo Vidal e conversas avançadas pelo atacante Luis Henrique , atacante revelado no Botafogo e que está no Olympique de Marseille, da França. Além disso, já anunciou Cebolinha , que estava no Benfica, de Portugal. O atacante, inclusive, já iniciou treinamento no Ninho do Urubu .

Cebolinha, aliás, é um exemplo da atuação rubro-negra para tentar recuperar tempo perdido. O atacante, com passagem pela seleção brasileira, já havia sido pauta nos bastidores ainda no início da temporada, como pedido do técnico Paulo Sousa em reposição a Michael. Mas devido ao —agora superado— impasse com o Banco Central , que resultou na penhora de R$ 127 milhões, o Fla foi obrigado a pisar no freio a princípio.



À época, diante do obstáculo, a diretoria se voltou para o mercado nacional e viu Marinho como solução para o setor. Como o UOL Esporte mostrou em matéria publicada no dia 10 do mês passado , Paulo Sousa não encontrou o respaldo que esperava na missão de renovar o elenco, e, além disso, em meio às chegadas de reforços, apenas Pablo foi escolhido sob influência do então comandante.

Pouco após a perda do título do Campeonato Carioca, em final com o Fluminense , houve um forte protesto na porta do centro de treinamento . Na ocasião, a diretoria demonstrou apoio a Sousa e admitiu que a caminhada no mercado não havia sido da forma imaginada.



"Volto a dizer. Quando os resultados não acontecem, a temperatura se eleva. O Paulo foi contratado para fazer ajustes que precisávamos que fossem feitos. Sabíamos da qualidade da comissão dele. Qualquer técnico faz os pedidos de reforços em posições que acha que deveria. E o que aconteceu? Talvez elas não tenham acontecido onde ele achava que poderia ser mais importante. Ele pediu alguns jogadores, e isso deixamos claro", disse Marcos Braz , vice de futebol , à época. "Tivemos vários problemas. Conseguimos contratar, mas não na velocidade que se imaginava. O problema do Banco Central aconteceu em um momento muito ruim. Mas trouxemos os reforços."

Paulo Sousa foi demitido há quase um mês , em meio a uma enorme pressão interna e também nas arquibancadas, e uma dose de polêmica como a rusga com o goleiro Diego Alves .

Dorival Júnior foi o escolhido para a vaga e deixou o Ceará para assumir o Rubro-Negro. Até aqui, foram sete jogos, com quatro vitórias e três derrotas. No Brasileirão, o time está na oitava colocação, com 21 pontos, oito a menos que o líder Palmeiras.



O clube também está jogando os mata-matas da Copa Libertadores (vitória na ida contra o Tolima, fora de casa, por 1 a 0) e da Copa do Brasil (derrota fora para o Atlético-MG por 2 a 1). Os reforços só poderão estrear nessas competições em caso, claro, de vaga assegurada

Vidal é "flerte" antigo

A contratação de Vidal pode representar a concretização de um "flerte" antigo . Em oportunidades anteriores, o chileno já apareceu com a camisa do Rubro-Negro e fez elogios ao clube, sem esconder o desejo de defender a equipe carioca um dia.

Em questionamentos anteriores, a diretoria despistou. Em abril, Marcos Braz admitiu um contato inicial, mas, na ocasião, fez questão de dizer que não havia nada entre as partes.

"Até fomos saber as condições, mas agora não tem nada. Temos até 18 de julho. Nos foi passado que ele tem vontade de voltar para a América do Sul, mas ainda não tem nada", falou.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário