sábado, 23 de julho de 2022

Estádio do Flamengo: clube tem reunião com a Caixa para tratativas iniciais sobre o terreno no Gasômetro




Lance!: Em busca de um local para a construção do estádio, o Flamengo procurou a Caixa para tratar sobre o interesse no terreno onde estava localizado o antigo Gasômetro do Rio de Janeiro. A informação foi dada primeiro pelo jornal O Globo. Posteriormente, o LANCE! a confirmou junto à assessoria do banco.



Dessa forma, as partes se reuniram nesta semana para falar sobre o tema. O encontro contou com a presença da presidente do banco, Daniella Marques, do vice-presidente de Controladoria e Finanças, Rafael Morais, e os assessores da presidência. Os representantes do Flamengo foram o presidente do clube, Rodolfo Landim, e seus assessores.

Cabe destacar que a Caixa é administradora e gestora do Fundo de Investimento Imobiliário do Porto Maravilha, proprietário do terreno em questão.



Em nota enviada ao L!, a Caixa ainda destacou que "o banco acompanha e gere ações negociais para os ativos de sua carteira, conforme viabilidade técnica e financeira, bem como os impactos nos planos de desenvolvimento da região do Porto". 

Além disso, concluiu ao afirmar que "o banco ressalta que tem trabalhado em comum acordo com o Rio de Janeiro para a plena revitalização e desenvolvimento da região do Porto Maravilha".



EDUARDO PAES JÁ SE PRONUNCIOU SOBRE O TEMA

Em vídeo divulgado nas redes sociais na última quinta-feira, o prefeito do município do Rio, Eduardo Paes, frisou que, por parte da prefeitura, não há problema em construir o estádio no terreno do Gasômetro. No entanto, destacou que a negociação precisará ser feita junto à Caixa.

- Eu estive com o presidente Landim. A área do Parque Olímpico é uma área privada, que fica mais difícil. Eu fiz uma sugestão de Deodoro, porque tem Transolímpica, trem chegando. E o Landim veio com a ideia do Gasômetro. A gente até lançou um terminal usando uma parte do Gasômetro, também é uma área privada - disse Eduardo Paes, antes de finalizar:



- Eu só acho que o Gasômetro fica muito perto de São Januário (risos). Também é uma área privada, da Caixa Econômica Federal. Da parte da Prefeitura, não tem problema, eles (Pedro Paulo e Landim) vão continuar enchendo o saco. Agora, é uma negociação que o Flamengo tem que fazer com a Caixa Econômica. Eu vou ajudar.

Quem também falou no vídeo, ao lado de Paes, foi o deputado federal Pedro Paulo. Ele ressaltou que a operação não é fácil, mas garantiu que o prefeito fará todos os esforços para que o estádio saia do papel.

- É uma operação complexa, essa área do Gasômetro é a mais valorizada do Porto Maravilha, o Flamengo vai ter que ser bastante engenhoso com uma solução de construção privada para poder financiar o estádio. A garantia do nosso prefeito vascaíno é que todos os esforços vão ser feitos para o nosso tão sonhado estádio - disse o deputado Pedro Paulo.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário