quarta-feira, 13 de julho de 2022

Arrascaeta brilha, Flamengo bate Atlético-MG e avança às quartas da Copa do Brasil




SBT: O Flamengo venceu o Atlético-MG por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (13), no Maracanã, e garantiu vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Arrascaeta marcou os dois gols que decretaram a vitória do Rubro-Negro, que iniciou o duelo com desvantagem no placar agregado por ter perdido o jogo de ida por 2 a 1, no Mineirão.



A decisão de vaga teve cara de final, com provocações nos bastidores que agitaram as duas torcidas. Antes da bola rolar, inclusive, houve confusão no Maracanã. O ônibus que transportava a delegação do Galo foi apedrejado e flamenguistas invadiram o estádio..

Apesar da disputa, o embate dentro de campo foi amistoso. O Flamengo começou melhor no jogo, explorando as laterais do campo e a altura de Pedro dentro da área. Já o Atlético recuou as linhas e buscou trabalhar mais a bola, sem pressa.



Aos 12 minutos, Arrascaeta fez bela jogada individual pela direita, cortou para o meio e finalizou forte para boa defesa de Everson. Aos 13, mais uma boa jogada do Fla. João Gomes tocou para Pedro, que devolveu de calcanhar. O meio-campista bateu de primeira, mas a bola novamente parou no goleiro do Galo.

O Flamengo seguiu pressionando o Atlético, que teve muita dificuldade para se organizar dentro de campo. Aos 30, Felipe Luís encontrou Arrascaeta com liberdade dentro da área, mas o meia uruguaio concluiu por cima do gol. Aos 37, Pedro teve a chance de abrir o placar, mas cabeceou nas mãos de Everson. Só dava Mengão.



A pressão rubro-negra surtiu efeito no final da primeira etapa. Aos 45 minutos, Pedro girou bonito para cima de Allan, que caiu reclamando falta, e tocou para Arrascaeta. O uruguaio se esticou até a bola e tocou sutilmente na saída de Everson para colocar o Fla na frente do marcador: 1 a 0. O Galo até tentou responder rápido com Ademir, que finalizou de primeira após rebote e quase deixou tudo igual.

O Flamengo manteve a pressão da primeira etapa, porém com uma diferença: o Atlético conseguiu melhorar a saída de bola e chegar com mais perigo ao gol de Santos. A primeira boa chance foi do Rubro-Negro. Aos dez minutos, Gabigol subiu mais alto que a zaga atleticana e cabeceou firme, obrigando Everson a espalmar para fora.

Apesar da melhora do Galo, o Flamengo ampliou. Aos 18, Thiago Maia desviou cobrança de falta cruzada na área, e Arrascaeta, de peixinho, concluiu. Antes de entrar, a bola tocou na trave e em Everson, gerando dúvida se teria cruzado ou não a linha do gol. O lance foi revisado e validado pelo VAR.

Para piorar a situação do Atlético, o zagueiro Junior Alonso recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso aos 32 minutos. A partir daí, só deu Flamengo. Com um homem a menos, o Galo teve muita dificuldade no setor defensivo e não conseguiu equilibrar a disputa.

Na reta final do jogo, o Rubro-Negro recuou as linhas e chamou o Atlético para o campo ofensivo em busca de definir o placar no contra-ataque. O Galo até pressionou, mas não conseguiu chegar à igualdade. Fim de jogo no Maracanã: 2 a 0 para o Flamengo, que agora aguarda o adversário que enfrentará na próxima fase do torneio. O oponente será definido em sorteio, assim como as datas dos embates. 


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário