terça-feira, 14 de junho de 2022

Renato Maurício Prado crava barca com três medalhões titulares do Flamengo e troca no setor ofensivo




Torcedores.com: Insatisfeito com o desempenho recente do Flamengo, Renato Maurício Prado apontou que o elenco precisa passar por uma mudança drástica. Dessa forma, o jornalista acredita que três atletas que começaram jogando diante do Internacional, Diego Alves, David Luiz e Filipe Luís, precisam deixar o clube, já que não estão apresentando um rendimento satisfatório em campo.



Em contrapartida, RMP destacou que Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique ainda devem ser os pilares do Flamengo. No entanto, em sua visão, Everton Ribeiro, que já ocupou a função de “maestro” do time, deve ir para o banco para que Marinho, contestado pela torcida, ocupe uma das vagas na escalação titular.

“O Gabigol e o Bruno Henrique, não (devem sair)! Eu acho que tem (mandar embora) Diego Alves, David Luiz e Filipe Luís: tchau! Everton Ribeiro tem que ser banco do Marinho. Bruno Henrique tem que continuar jogando. Gabigol e Arrascaeta nem se fala! Vai trocar Gabigol e Bruno Henrique por quem? Esse é o problema. Ninguém tem centroavante (disponível) no Brasil. O Cano não engraxa a chuteira do Gabigol e do Pedro tampouco”, afirmou em seu canal no YouTube.




SAF NO FLAMENGO?

Apesar do modelo ter sido adotado por Vasco e Botafogo, Renato Maurício Prado não acredita que o Flamengo precisa de um dono. Sendo assim, mediante a receita bilionária do Rubro-Negro, o jornalista aconselhou que a diretoria deveria profissionalizar o departamento de futebol, algo que resultaria nas saídas de Marcos Braz e Bruno Spindel.

“Não (é a solução). O Flamengo precisa transformar seu departamento de futebol em algo profissional. Esse cargo de vice-presidente de futebol tinha que ser de Rainha da Inglaterra. Flamengo tinha que contratar um p… executivo de futebol e entregar a chave do departamento para ele: contratar o próximo técnico, discutir reforços e contratar o chefe do departamento médico. E o Flamengo administraria essa história. Não acho que seja necessário ter um dono de fora. Flamengo tem que condição de fazer sua própria SAF. Mas é preciso entregar essa SAF genérica para profissionais sérios, e não para Marcos Braz, Spinde, Tannure…”, refletiu.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário