segunda-feira, 6 de junho de 2022

Paulo Sousa comenta vaias da torcida do Flamengo e manda recado: “Tenho convicções fortes”




Torcedores.com: O técnico Paulo Sousa foi novamente vaiado por torcedores do Flamengo neste domingo (5), após a partida contra o Fortaleza. A equipe rubro-negra foi derrotada e acabou rendendo críticas ao português, que, durante a entrevista coletiva, falou sobre o momento no clube.



“Primeiro, eles (torcida) têm todo o direito, não ganhamos hoje, têm todo direito de estar descontentes, de criticar, seja quem for. O torcedor quer nos ver ganhar e nós temos que ganhar para poder satisfazê-los. Como disse, Deus não nos deu espírito de covardia, pelo menos comigo”, disse Paulo Sousa.

“Tenho muita coragem, mesmo em momentos que sei que posso não agradar. Porque tenho convicções fortes. Hoje não estivemos bem individualmente, todos nós. Amanhã vamos ter que estar bem melhores para superar nosso adversário, ganhar e satisfazer o nosso torcedor”, comentou o treinador.



Paulo Sousa vai deixar o Flamengo?

Após um novo resultado negativo, o técnico do Flamengo ouviu novos pedidos da torcida para uma demissão. Durante a entrevista coletiva, Paulo Sousa compreendeu as críticas dos torcedores.

“Claro que tem sempre impacto. Mas sobretudo com o Arão não é a primeira vez que acontece desde quando ele chegou. Nos últimos dez minutos da primeira parte, evoluiu bastante, ofereceu ao time movimentos de profundidade, chegou na área, deixou de falhar nos passes, como aconteceu inicialmente. Mas é um fato. Há muita pressão, uma exigência muito grande da nossa torcida e não podemos errar. Hoje, fomos muito errôneos e sofremos com isso”, disse.



“Como já disse e vou repetir: primeiro, eles têm todo direito. Não ganhamos e eles têm direito de se mostrar descontentes e criticar quem for. Temos que ganhar para satisfazer. Deus não me deu espírito de covardia. Tenho muita coragem em momento em que eu possa não agradar. Hoje, não estivemos bem individualmente, todos nós. Amanhã, vamos ter que estar bem melhor para ganhar o adversário e satisfazer o torcedor”, concluiu Paulo Sousa.

Culpados pela derrota: erros individuais

Durante entrevista coletiva após o confronto, o treinador avaliou uma atuação muito fraca do Flamengo e culpou os erros técnicos individuais dos jogadores durante o confronto. “O que aconteceu em termos técnicos individualmente foi algo sem precedente e que não vai acontecer. Foi muito fraco individualmente”, declarou o português.

“O que nos aconteceu sem dúvida foi todas as decisões individuais erradas. Coisas simples, sem pressão, precipitação, passes que deram oportunidades aos adversários na segunda parte… Desde o início, sei perfeitamente a exigência que o Flamengo tem. Sei a importância de termos coragem de não agradar em alguns momentos. Como sei que Deus nunca nos deu espírito de covardia. É nos momentos difíceis que temos que ser mais convictos e certos”.



“Avalio um primeiro tempo desastroso. Tecnicamente muito errôneo a nível individual, com muitas dificuldades, perdemos vários passes que condicionaram o jogo e deram oportunidades ao adversário. Não tivemos capacidade de ligar o jogo. Corrigimos na segunda parte, fomos bem superiores, tivemos uma boa construção de início, tivemos a chance de sair em superioridade e controlar o jogo, mas depois nos faltou muito o último terço em tomar decisões individuais seja no drible, seja na frente, triangulações, arremates fora da área e triangular pelo corredor central”, comentou Paulo Sousa.

O treinador do Flamengo seguiu criticando as atuações dos jogadores. “Hoje, tantos jogadores com erros individuais e técnicos que podem acontecer de precipitação, é difícil acontecer. Por isso, quando olhamos para um jogo desses, não conseguimos avaliar uma evolução, porque ela não existe. O adversário foi superior, sobretudo na primeira parte”, concluiu o português.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário