Jogadores de Ucrânia e Rússia entram em pauta no Flamengo; entenda a situação




Lance!: O Flamengo estuda abrir as portas do Ninho do Urubu a fim de receber atletas de times da Rússia e Ucrânia, que estão em guerra após invasão russa. As incertezas em relação ao futuro de jogadores têm feito o Rubro-Negro monitorar a situação de possíveis reforços. O zagueiro Pablo, do Lokomotiv Moscou, voltou a estar no radar após um pedido de Paulo Sousa, dentre outros nomes. Mas há uma limitação que "emperra" o clube no mercado. 



Vale lembrar que o Flamengo está aguardando o término de um processo movido pelo Banco Central, cuja ação poderá custar R$ 127 milhões em penhora aos cofres rubro-negros - o clube está otimista na vitória com ação anulatória e espera que a multa reduza para R$ 10,6 milhões.

O presidente Rodolfo Landim já avisou ao departamento de futebol sobre a necessidade de congelar tratativas enquanto o julgamento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) não for finalizado. Ainda não há data marcada.



Em meio a a isso, de acordo com informações iniciais do site "Goal", o Flamengo está de olho nas situações do volante Wendel, o lateral-esquerdo Douglas e o atacante Malcom, do Zenit e nomes que agradam a comissão técnica rubro-negra. O clube russo não pretende liberá-los no momento, contudo. O lateral-direito Dodô, do Shakhtar Donetsk, também estaria em observação.

E não é novidade que o Flamengo já tinha outros nomes em pauta. Por exemplo, Santos, do Athletico-PR, e João Paulo, do Santos, são goleiros que interessam ao clube, na busca por um reforço no setor (exigência do Mister antes mesmo de iniciar os trabalhos), sendo que o Rubro-Negro busca contratações para todos os setores, mas o Fla, ao ser procurado, tem reforçado que não fechará negócios enquanto a questão com o Bacen não for resolvida.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal
Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.