Paulo Sousa vê Flamengo escancarar fragilidades e tem semana cheia para correções até prévia de possível semi




Lance!: Para quem acompanha o Flamengo de Paulo Sousa com um olhar mais crítico, não é novidade o fato do time necessitar de maturação em diversos aspectos, inclusive o próprio treinador aponta alguns abertamente - e de forma elucidativa. No empate (2 a 2) diante do Resende, as frustrações vão além das falhas de Diego Alves. 



Não é de hoje que o Flamengo peca na intensidade dentro sua proposta de controlar o jogo. Ainda é um time que deixa o adversário sair com uma certa facilidade com a bola de trás. Ontem mesmo, por vezes, o Resende chegou à área por baixo e por cima (como no segundo gol), mesmo optando, até pela limitação técnica, por montar um ferrolho e jogar por "uma bola".

No quesito finalização, o Flamengo empilhou tentativas. Foram 34, sendo que a média do time na competição é de 17.8. Nem mesmo o dobro de arremates fez com que a eficácia, já cobrada pelo Mister, resultasse em bolas na rede.



Paulo Sousa já havia realçado que a falta de pontaria fará falta em jogos de maior exigência. Até preocupado com tal deficiência, o técnico optou por Bruno Henrique, Pedro e Gabigol de início - pela primeira vez sob o seu comando.

Outra fragilidade no time segue sendo o posicionamento de seus volantes. Andreas não vive boa técnica e não tem desempenhado bem (seja na fase ofensiva ou defensiva). No segundo tempo diante do Resende, o ritmo do time caiu ainda mais sem Gomes, que também era fundamental para destruir ataques dos rivais. Até pelas recorrentes cobranças durante os jogos, com conversas ao pé do ouvido, é perceptível que o técnico está longe de estar confortável com o setor de meio-campistas - a transição defensiva ruim passa pela distribuição deles em campo.



O PRÓXIMO JOGO

Agora, com o Fla já classificado matematicamente, Paulo Sousa terá a sua primeira semana para treinamentos desde que o grupo principal estreou no Carioca. E o próximo jogo será o clássico contra o Vasco, domingo, com alguns focos por melhorias já externados pelo comandante, inclusive:

- Repito o que disse nas outras vezes: precisamos ter uma melhor mentalidade. Precisamos de fome para fazer gol. Precisamos crescer, e vamos trabalhar em cima dessa agressividade e mentalidade certas - falou Sousa, pouco depois de dizer que o time ficou sem mobilidade sem Arrascaeta, outro fator a ser trabalhado visando eventuais ausências do uruguaio. 



E será a partir desta terça que o Fla terá a oportunidade afinar a engrenagem. O grupo de Sousa folga nesta segunda e se reapresenta às 15h desta terça. O jogo contra o Vasco, uma prévia da possível semifinal, será às 16h deste domingo, pela 10ª rodada do Cariocão, com local ainda a ser definido pela Ferj.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.