quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Técnico do Flamengo na Copinha conta tudo da base do clube e cita diferencial para formar joias: 'Fundamental'




Espn: Quatro vezes campeão da Copa São Paulo de futebol júnior, o Flamengo irá estrear no torneio contra o Forte-ES, nesta quinta-feira, com uma uma equipe bastante renovada. Com uma maioria de jogadores nascidos em 2003 e 2004, o time será bem mais jovem do que a data limite (21 anos).



Foram inscritos atletas do time sub-17, que venceram o Brasileirão e a Copa do Brasil na categoria, como Mateusão, Petterson, Matheus França e Victor Hugo.

O clube rubro-negro vai utilizar um elenco bastante mesclado, com poucos jogadores do time principal sub-20, que deverá ter vários atletas nas primeiras rodadas do Campeonato Carioca profissional.



"São 14 ou 15 meninos do time sub-20 B, alguns do time A e outros destaques do time sub-17. É uma diferença de até três anos porque esse ano é sub-21, alguns dos nossos adversários já jogaram até no profissional. A ideia do Flamengo é dar rodagem para esses jovens e competitividade", disse Fábio Matias, técnico do Flamengo sub-20, ao ESPN.com.br.

Cada equipe sub-20 do Flamengo tem uma comissão técnica própria e cerca de 20 jogadores.

"O sub-20 A já são atletas que estão 'performando' para nível de profissional ou que possam receber profissionais com idade de juniores para refinarem o processo de formação. No time B são atletas que subiram do sub-17 e ainda não estão preparados para jogar pelo time A ou de atletas que chegam de outros clubes para fazerem um período de adaptação".



O Flamengo está no grupo 29, em Barueri, junto com Oeste-SP, Floresta-CE e Forte-ES.

Último campeão é trunfo do Fla

Campeão da última edição da Copinha (2020) com o Internacional, Fábio teve uma breve carreira de goleiro, mas parou aos 20 anos para estudar Educação Física.

"Comecei como preparador de goleiros na base do Rio Branco. Depois, também trabalhei como preparador físico no Ituano e treinador da base do Guarani. Em seguida, fui campeão paulista no Desportivo Brasil antes de ir para Grêmio, Figueirense e ter duas passagens pelo Internacional"



Em 2020, ele comandou a equipe colorada que revelou nomes como Leo Borges, Praxedes, Guilherme Pato, Caio Vidal e Thiago Barbosa.

"Nós fizemos um levantamento de prospecção e trouxemos alguns meninos que se desenvolveram e chegamos num nível muito alto. Foi um projeto de um ano que terminou com o título da Copinha".

Na final o Inter venceu o arquirrival Grêmio nos pênaltis após o empate em 2 a 2 no tempo normal.



"É um Gre-Nal e conseguimos vencer o jogo nos pênaltis. Foi muito especial porque vivi sete anos no Sul e entendi o tamanho desse clássico", disse.

No final de julho de 2021, Fábio aceitou o convite de Carlos Noval para comandar o Flamengo sub-20.

"Entendi que era um momento de mudança. Acho que para a minha carreira era importante trabalhar em um clube do eixo Rio-São Paulo", afirmou.

Desde então, ele tem trabalhado para ajudar a fornecer jogadores para a equipe profissional.

"Assumi com o time com Estadual e Brasileiro em andamento, fomos vice do Estadual e ficamos entre os quatro do Brasileirão depois de terminar como a melhor equipe da primeira fase. A gente conseguiu dar rodagem para os meninos e ir às finais", finalizou.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Marcelo Cortes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário