sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Ex-jogador de Barcelona e Manchester United é oferecido para comandar o Flamengo, mas diretoria descarta




Torcedores.com: Sem treinador desde a última segunda-feira, quando demitiu Renato Gaúcho, o Flamengo segue em busca de um treinador. Apesar de o foco estar voltado para Jorge Jesus e Carlos Carvalhal, vários outros nomes foram oferecidos a diretoria nos últimos dias.



O Torcedores.com apurou que entre os nomes sugeridos por intermediários, um despertou a atenção. O holandês Jordi Cruyff, filho do lendário jogador Johan Cruyff, foi oferecido, mas prontamente rejeitado.

O responsável pela indicação do treinador europeu foi o empresário Peter Graetzer. O agente, por exemplo, intermediou a ida de Jordi Cruyff para comandar a seleção equatoriana em 2020. No entanto, neste momento, o Flamengo não tem interesse em fazer uma aposta.



Ainda segundo apurou a reportagem, a diretoria rubro-negra ainda tem traumas da passagem de Domènec Torrent pelo Flamengo. O espanhol chegou ao clube com o status de ex-auxiliar de Pep Guardiola no Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City.

Apesar do currículo, Dome não conseguiu agradar à torcida e ainda entrou em rota de colisão com as principais lideranças do elenco. Posteriormente, ele foi substituído por Rogério Ceni que conduziu o time a conquista do Campeonato Brasileiro.



Já Johan Jordi Cruyff, de 46 anos, atualmente é consultor de gestão do Barcelona. Ele foi contratado para ajudar no processo de restruturação do futebol do clube catalão. Apesar disso, o holandês não esconde o desejo de voltar a trabalhar à beira do campo.

A carreira de Jordi Cruyff

Jordi, filho do ídolo mundial Johan Cruyff, teve uma carreira de pouco destaque como jogador. Revelado pelo Barcelona, ele passou pelo Manchester United, Celta de Vigo, Alavés e Espanyol antes de pendurar as chuteiras. Porém, não conseguiu ser protagonista por onde passou.



Após se aposentar, Jordi Cruyff dedicou-se aos estudos e obteve a Licença UEFA Pro. Antes da breve passagem pela seleção do Equador, ele comandou o Maccabi Tell Aviv-ISR, Changqinq Dangdai-CHN e o Shenzhen FC-CHN. Além disso, também exerceu o cargo de diretor técnico do AEK Lanarca-CHP. 


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário