quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Arrascaeta fala sobre orgulho de decidir Libertadores no Uruguai e cita ‘mística’ do Centenário




Coluna do Fla: Uma final de Libertadores é sempre muito especial para todos os jogadores, funcionários e torcedores envolvidos. Contudo, a deste sábado (27), em Montevidéu, terá uma importância singular para Giorgian De Arrascaeta. Isso porque, além de disputar a segunda decisão continental com o Manto Sagrado, o meia fará isto diante de seus conterrâneos, no Uruguai. O camisa 14 falou, inclusive, sobre a expectativa por este grande momento.



– Com certeza tanto para mim quanto para Piquerez (lateral do Palmeiras) é um prestígio muito grande, uma honra viver esses momentos de ansiedade, loucura e todo entorno que gera até a chegada desta final. Vai estar toda nossa família, amigos… O Uruguai merecia ter um espetáculo desta magnitude. Jogar em um estádio tão importante como o Centenário certamente será especial para todos os uruguaios -, disse durante entrevista ao Globo Esporte.

O meia revelou, ainda, sobre a mística que envolve o Estádio Centenário, palco da decisão deste sábado (27). Disse que apesar dos retoques recentes, o misticismo sobre o local permanece. A expectativa do camisa 14 rubro-negro é de casa cheia às 17h (horário de Brasília). Cabe pontuar, ainda, que mais de 90% dos ingressos destinados à Maior do Mundo já foram comercializados.



– É uma das coisas místicas que temos no Uruguai e nos marca. Tem muitos anos (inaugurado em 1930), o Uruguai já conquistou coisas importantes, os principais campeonatos já tiveram finais disputadas lá, e uma final de Libertadores certamente vai ser uma das coisas mais importantes e marcantes deste estádio tão grande. Tomara que esteja lotado. Acredito que o ambiente vai ser muito legal com duas torcidas, com uruguaios, um espetáculo que temos que aproveitar. Sabemos que tudo evolui, as coisas mudam, mas há a mística destes estádios. São alguns retoques (para modernizar), mas a mística continua.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário