segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Irritação após substituição e críticas da torcida, Gerson vive mais um dia conturbado na França




Por João Brandão | Lance!: Gerson não vive seu melhor momento desde saiu do Flamengo com destino ao Olympique Marseille. Após ter tido problemas com Mattéo Guendouzi, o meia não parece estar satisfeito com o técnico Jorge Sampaoli após ter sido substituído na derrota de sua equipe para o Lille no último domingo.



Reclamação de Guendouzi

Na semana passada, no revés do Olympique Marseille para o Lens por 3 a 2, Guendouzi reclamou que Gerson não estava correndo em campo. No dia seguinte, o "L'Équipe" informou que um grupo de jogadores estaria insatisfeito com o atleta por achar que ele era um protegido de Jorge Sampaoli.

Após a reclamação pública, o jornalista Romain Canuti afirmou que outra parte do elenco, principalmente formada por estrangeiros, não estava contente com as atitudes de Guendouzi. E o comandante argentino parece ter tomado um partido nos últimos jogos.



Após a confusão

Na última quinta-feira, o Olympique Marseille entrou em campo diante do Galatasaray pela Europa League. Durante todo o 0 a 0 que permaneceu no placar, o brasileiro esteve no banco de reservas, enquanto o meia francês participou dos 90 minutos.

No último domingo, a equipe de Jorge Sampaoli voltou a ser derrotada na Ligue 1, desta vez para o Lille, atual campeão francês. Aos 16 minutos da segunda etapa, o argentino decidiu sacar Gerson de campo após uma partida discreta do brasileiro, que ficou visivelmente chateado com a alteração.



Críticas da torcida

Gerson foi contratado por 25 milhões de euros (R$ 156 milhões na cotação atual) e chegou como um dos principais reforços da temporada. No entanto, após nove partidas, sendo sete iniciando como titular, o meia já é alvo de críticas por suas performances.

No último domingo, torcedores do Olympique Marseille se manifestaram nas redes sociais do clube durante o intervalo da partida contra o Lille pedindo a saída do camisa oito. O atleta se tornou o principal alvo de críticas após a derrota.



Em sua segunda passagem pela Europa, Gerson vem tendo dificuldades em se adaptar a dinâmica e ao comportamento dos jogadores no Velho Continente. Mas o meia tem contrato com a equipe francesa até 2026 e ainda pode dar a volta por cima após um início complicado.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário