quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Relatório aponta Flamengo e Brasileirão em ascensão no mercado digital




Uol: A crise sanitária gerada pela Covid-19 em todo mundo obrigou o futebol a se reinventar. Após um período de paralisação das atividades, os clubes enxergaram no digital uma possibilidade de reconstruir suas receitas, tão afetadas pela falta de público nos estádios e pela retração econômica. Neste contexto, o Brasil se destacou como um dos maiores exemplos desta tendência, segundo um estudo publicado pela Horizm, s tartup de Inteligência Artificial, parceira de clubes como Real Madrid , Chelsea e Juventus, e que atua com valoração de asset digital, comercialização de espaços nas plataformas digitais e automatização e profissionalização na relação com os patrocinadores



"As restrições sanitárias que impediram os torcedores de frequentar os estádios em 2020 geraram um crescimento acelerado do consumo digital do esporte. Este novo cenário oferece uma grande oportunidade para as marcas se conectarem - através das federações, clubes e atletas de futebol - com este público apaixonado e engajado", afirma Ricardo Fort, Advisor da Horizm.

Apesar de ainda estar atrás em receitas e em audiência no meio digital, as equipes que disputam a primeira divisão do Campeonato Brasileiro devem gerar mais valor em inventário digital - valor de todas as postagens em redes sociais realizadas pelos clubes - do que a Ligue 1 (França), a Bundesliga (Alemanha) e a Série A (Itália), ficando atrás apenas de Premier League (Inglaterra) e La Liga (Espanha).



Já no quesito "Valor por Fã"*, a competição nacional ocupa a liderança dentre as grandes ligas do mundo, já que tem mais do que o dobro da eficácia em gerar impressões sem perder o engajamento do que a liga inglesa. Isso faz com que os fãs dos clubes brasileiros tenham o valor de R$ 2,17, enquanto os da liga inglesa seja de R$ 1,23.

*Valor Por Fã: O valor por torcedor é uma nova métrica do setor que representa a capacidade de uma liga ou equipe de gerar valor a partir de seu inventário digital per capita e é calculado como o inventário total dividido pela audiência total. Flamengo se destaca dentre os times brasileiros E dentre as equipes brasileiras, o Flamengo desponta praticamente imbatível no setor, reunindo audiência e inventário muito superiores aos concorrentes.



Os cariocas detêm quase 30% do inventário total dos clubes da Série A, com R$ 247 milhões, e são seguidos no top 5 por Palmeiras (R$ 101 mi), São Paulo (R$ 92 mi), Santos (R$ 79 mi) e Corinthians (R$ 74 mi). Se no Brasil não há concorrentes, em comparação com times europeus o Rubro-Negro também faz frente. A previsão de inventário dos cariocas para 2021 é maior do que as de PSG, Bayern de Munique , Manchester City e Juventus, por exemplo, ainda que com uma audiência consideravelmente menor.

"O Flamengo, muito além de time, é uma plataforma de engajamento. Nossos resultados são surpreendentes. Poucos clubes no mundo conseguem o mesmo engajamento com a torcida", afirmou Gustavo Oliveira, VP de Marketing e Comunicação do Rubro-Negro.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Marcelo Cortes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário