quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Ex-apresentador da Globo detona hipocrisia de clubes e afirma: "Flamengo é o mais invejado do Brasil"




Torcedores.com: O jornalista Carlos Cereto, ex-apresentador e comentarista do SporTV, defendeu o Flamengo na briga contra o Grêmio e outros clubes da Série A do Brasileirão pela volta do público aos estádios. O Rubro-Negro tem uma liminar que o permite jogar com torcida no Maracanã, ainda respeitando alguns protocolos, como capacidade reduzida, mas a decisão desagradou a maioria dos rivais, que ameaçam paralisar a competição caso a equipe comandada por Renato Portaluppi jogue com torcida.



Cereto afirmou que o Flamengo está agindo dentro do permitido e possui uma liminar para receber público do Maracanã. Além disso, o jornalista ironizou o movimento dos 17 clubes da Série A que tentam paralisar a disputa do Brasileirão.

“O Flamengo tem uma liminar que garante a ele a presença do público no Maracanã. Os outros 17 clubes, não foram todos da Série A, tem as exceções do Atlético-MG e do Cuiabá, entraram no STJD para tentar derrubar a liminar do Flamengo. E perderam. O Flamengo está ganhando dentro e fora de campo dos adversários. Esses mesmo clubes estão ameaçando a melar o Campeonato. Primeiro que o Grêmio já fez essa ameaça e pipocou. Segundo que os clubes que estão ameaçando, mas isso não vai acontecer porque os clubes não têm força. O Flamengo sozinho é mais forte que todos os outros clubes. E aceita que dói menos. Beijinho do ombro”, disparou Cereto em seu canal no YouTube.



“É uma hipocrisia esse pedido dos outros clubes contra o Flamengo. O Flamengo tem o direito de brigar pelos seus direitos. Quem tem que falar sobre essa liberação são as autoridades, a Anvisa, o Governo Estadual, a Prefeitura… e todos eles já liberaram a presença do público no Maracanã. Já passou da hora de ter a presença do público nos estádios, respeitando os protocolos. [Essa briga] É hipocrisia dos outros clubes contra o Flamengo, e aí jogam o rótulo de ‘malvadão’ no Flamengo, o mais invejado do país. Estamos no país da hipocrisia”, acrescentou.

“(…) O Flamengo está se estabelecendo com a própria capacidade, com a força da própria camisa. O Flamengo não pode jogar o campeonato sozinho, mas sem o Flamengo também não tem campeonato. Um campeonato sem o Flamengo não existe. Quero ver os clubes terem peito e coragem para melar o Campeonato Brasileiro. Eu duvido. A CBF, obviamente, não tem coragem. Não tem comando. (…) Os outros clubes que corram atrás dos próprios direitos”, completou.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário