sábado, 28 de agosto de 2021

Veja tudo que falou Renato Gaúcho após goleada do Fla sobre o Santos




Após mais uma goleada do Flamengo, desta vez por 4 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, o técnico Renato Gaúcho elogiou muito o desempenho do time na parte tática e na capacidade de fazer gols. Ele lembrou que houve chance até para o placar ser mais elástico.



Os gols do Flamengo foram marcados por Gabigol, que balançou a rede três vezes, e pelo estreante Andreas Pereira.

- A equipe mais uma vez se comportou muito bem, principalmente na parte tática. Santos quase não criou, anulamos as jogadas fortes. Construímos os espaços e fizemos quatro, mas poderíamos ter feito mais. E olha que viemos de uma decisão contra o Grêmio, em campo pesado. Temos feito os gols no segundo tempo. Estão de parabéns - disse o técnico.



O Flamengo chegou a 31 pontos e assumiu a quarta posição. O elenco ganha três dias de folga e só volta a campo no dia 12 de setembro, contra o Palmeiras, em São Paulo.

Outros trechos da entrevista:

Três dias de folga

- Por causa dessas viagens, o desgaste tem sido grande. Por isso, merecidamente dei folga a eles até a tarde de quarta. Só vamos jogar dia 12, contra o Palmeiras. Vão descansar e ficar com as famílias.

Matheuzinho e Thiago Maia em alta



Ótima fase deles e dos seus companheiros. Do time que vem jogando. Diariamente digo para treinarem forte e jogarem forte. Eles têm feito isso. Estão tendo cuidado na parte física e técnica. É a resposta de um trabalho muito bem feito de todos os setores. Todos os jogadores, não só o Matheuzinho e o Maia, têm dado conta do recado. Quem tem começado tem começado muito bem. É uma dor de cabeça não só nessas duas posições. Uma dor de cabeça que eu gosto. É muita qualidade junta. Todos querem e estão em busca de espaço. Estamos em três competições e há espaço para todos.

Conversa com os jogadores sobre cartões

- Eu converso bastante na semana, preleção, para não tomar cartão besta independentemente da competição, e não tomem cartão vermelho. Às vezes é inevitável, principalmente o cartão amarelo. Mas faz parte, por isso temos um grupo bom, grande. Pessoal que está jogando sabe que não pode dar mole porque os companheiros estão no casco deles querendo jogar. A gente tem controlado bastante, mas muitas vezes é inevitável parar a jogada. E olha que a nossa equipe faz poucas faltas.



Estreia de Andreas Pereira

- Foi bem. Jogador que a gente conhecia, tem muita qualidade, é garoto, está louco para ter espaço na equipe, como os outros. Ele vinha de uma pré-temporada, conversei antes da viagem para Porto Alegre, disse que era interessante ele viajar com o grupo para conhecer a maneira como Flamengo joga, interagir com os companheiros e, dentro do possível, iria aparecer oportunidade para ele. Contra o Grêmio ficamos com 10, ele estava sem ritmo de jogo e era arriscado colocá-lo, até porque o Thiago vem muito bem, assim como Arão e o Diego. Cada um busca o seu espaço, é importante ter vários da mesma posição bem. Quem entra em campo sabe que tem que dar o máximo. Essa é a ideia do grupo, o objetivo de um é o de todos, que é conquistar. Vamos sempre brigar para conquistar os títulos.



- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário