terça-feira, 31 de agosto de 2021

Andreas Pereira conta com consultoria para evoluir rendimento no Flamengo




Em busca de evolução, os jogadores cada vez mais buscam ferramentas para tentar aumentar a chance de melhorar o rendimento. Recém-contratado pelo Flamengo, o meio-campista Andreas Pereira é um deles. Ele conta com uma consultoria externa para lhe auxiliar na preparação para os jogos.



Andreas, que fez um gol em sua estreia pelo Flamengo, na goleada sobre o Santos, é cliente da "Outlier FC", que fornece relatórios com análises sobre o desempenho individual e informações sobre os adversários que auxiliam a preparação para os jogos.

O zagueiro Bruno Viana é outro que utiliza o serviço da empresa, fundada por Diego Vieira, que garante não haver conflito com o trabalho que é desenvolvido diariamente pela comissão técnica de Renato Gaúcho no Ninho do Urubu.



- É um trabalho em conjunto com os clubes. Os atletas hoje buscam algo mais individualizado com nutrição, preparação física, assessoria de imprensa... São cada vez mais profissionais. Nosso trabalho é complementar. O trabalho dentro do clube, especialmente do Flamengo, é muito bem feito. Em momento algum vai contra o modelo de jogo do Renato. Os clubes são parceiros - disse Diego Vieira.

Ge: Como funciona este serviço oferecido aos atletas?

Diego Vieira: Com qualquer cliente, primeiramente fazemos a identificação. Neste caso, precisamos analisar no âmbito coletivo, ver como o Flamengo joga, a forma de atuar que o Renato gosta. Coletamos informações também com pessoas do clube, como os analistas.



Analisamos os últimos cinco jogos pelo menos. Assim que a identificação é feita, começamos o acompanhamento jogo a jogo. Entregamos uma análise com o que precisa melhorar e com o que foi bom. Depois, normalmente com três meses, avaliamos a evolução em cima de dados estatísticos para apresentar ao atleta.

Os jogadores recebem uma análise também sobre o próximo adversário?

Por exemplo, o próximo jogo do Flamengo é contra o Palmeiras. Vamos mostrar ao Andreas como joga o Palmeiras no coletivo, como funciona a linha ofensiva... Ao Bruno Viana mostramos como os atacantes se comportam, se fazem pressão na saída...



Relatório para Andreas Pereira sobre o Grêmio, quando ele foi relacionado pela primeira vez — Foto: Reprodução

Não acha que existe o risco de as informações conflitarem com a estratégia do técnico Renato Gaúcho?

Identificamos primeiro os padrões de jogo. Sabemos como funciona, até porque os atletas nos abastecem também, nos confirmam algumas coisas. Se há uma estratégia específica, eles compartilham para pensarmos. Ajustamos de acordo, tudo muito alinhado. Ainda não aconteceu de passarmos algo que não vai de acordo com o que o técnico quer. Tomamos muito cuidado.

Gosto de ressaltar que é um trabalho em conjunto com os clubes. Os atletas hoje buscam algo mais individualizado com nutrição, preparação física, assessoria de imprensa... São cada vez mais profissionais. Nosso trabalho é complementar. O trabalho dentro do clube, especialmente do Flamengo, é muito bem feito. Em momento algum vai contra o modelo de jogo do Renato. Os clubes são parceiros.



Relatório individualizado para Andreas Pereira antes do jogo contra o Grêmio — Foto: Reprodução

Há quanto tempo desenvolvem este trabalho com o Andreas Pereira?

Há pouco mais de um mês. Ele ainda estava no Manchester United. É um jogador que tem a intenção de render em altíssimo nível, é muito capaz e muito inteligente. Quando definiu a ida para o Flamengo, já estávamos com tudo pronto. Ele foi relacionado contra o Grêmio, mas não jogou. Passamos a informações.

Na estreia dele, conversamos sobre as funções, sobre o comportamento padrão dos times do Fernando Diniz para ele ficar ciente e poder explorar. Foi muito feliz e fez o gol já na estreia. Excelente. Ele é muito capaz.




Um exemplo das informações passadas a Andreas Pereira sobre o Santos — Foto: Reprodução

Acredita que esse material informativo dos adversários vai ajudar ao Andreas especialmente, já que nunca tinha jogado no Brasil?

Ele é muito capaz. Apesar da distância, ele já acompanhava muito o futebol brasileiro e tem bom conhecimento.

E com o Bruno Viana? Há quanto tempo desenvolvem este trabalho?

O Bruno esta há dois meses. Ele é extremamente inteligente cognitivamente. Ficou alguns anos em Portugal, em um estilo diferente. Se mostrou disposto a aprender e evoluir. Quando começamos, ainda era com o Rogério Ceni. Tentamos entender o que ele queria para abordarmos com o Bruno.

Com o Renato ele já conseguiu uma evolução legal, teve chances. O staff e a família dele dão muito suporte. Está dando resultado.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandere Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário