sábado, 22 de maio de 2021

Voz do Carioca que vai narrar Vasco x Botafogo e Fla x Flu no mesmo dia, fala sobre desempenho e rebate críticas à Record




Voz das transmissões do Campeonato Carioca na Record, Lucas Pereira não narrava futebol desde 2019 até ser comunicado, em fevereiro deste ano, que a emissora havia comprado os direitos do Estadual.



O locutor foi contratado em 2012 para a cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres e, sem a transmissão de futebol na emissora, se dividia entre alguns eventos esporádicos, como os Jogos Pan-Americanos e a Internacional Champions Cup, além da apresentação do programa "Esporte Fantástico", que ainda está suspenso por causa da pandemia da covid-19.

Sem muito espaço nas transmissões esportivas, Lucas Pereira foi deslocado para o Jornalismo e ajudou a cobertura do noticiário factual. Ou seja, o Carioca foi a sua volta para o futebol depois de dois anos afastado. Em conversa exclusiva com a coluna, Pereira admitiu que demorou a pegar no ritmo porque estava "fora de forma" como narrador.



"Eu não transmitia futebol na TV desde 2019, quando fiz dois jogos do ICC, International Champions Cup, transmitidos na ocasião pela Record News. Já tinha um tempo que não fazia futebol e estou gostando muito da experiência. Os primeiros jogos serviram para pegar ritmo de narração, melhorar rapidez de respiração e de raciocínio. Acho que fui pegando o ritmo ao longo do campeonato", disse ele.

Apesar da "falta de pratica", Lucas Pereira já era rosto — e voz — conhecido do público carioca. Ele foi contratado do SporTV entre 1996 e 2012. Neste período, narrou jogos de times do Rio de Janeiro. Em 2007, foi a voz de Lucas Pereira que irradiou o milésimo gol de Romário, pelo Vasco , na televisão brasileira — o confronto contra o Sport foi exibido exclusivamente pelo SporTV naquele dia.



Tendo em mente essa relação já antiga - e especial — com o Carioca que Lucas vai narrar Botafogo x Vasco e Flamengo x Fluminense. "Tenho uma relação especial com o Cariocão: durante 15 anos narrei o Carioca. Sou carioca, tenho sotaque do Rio. E sou do tipo do locutor que não gosta de fugir do jogo pra falar de outros assuntos. Gosto de me atentar ao jogo em si. Estou feliz com o meu desempenho, acho que foi melhorando ao longo do campeonato. Meu trabalho vem sendo elogiado pela direção da casa, e acho que tenho conseguido um desempenho o melhor possível. Acho que estou bem-preparado para este sábado".

O tradicional Fla-Flu, segundo Lucas, é a final que todos esperavam, inclusive ele mesmo, admitiu. "O Fla-Flu é a final que todos esperavam que acontecesse. Tem atraído a atenção do público, da mídia, até porque são os principais times do Rio. Vasco e Botafogo estão hoje na série B. Flamengo e Fluminense estão na Libertadores e estão bem na Libertadores, já na fase final.



O narrador entende que dois times têm elencos bem-estruturados e cheios de jogadores que podem fazer a diferença no espetáculo. "O elenco do Flamengo hoje é um dos melhores do futebol da América do Sul. O Fla-Flu é um jogo cheio de estrelas. Além de Gabigol , Bruno Henrique, Arrascaeta, do outro lado também tem o Fred, que chegou a 400 gols na carreira nessa edição do Carioca, tem o garoto Caíque, que vem atraindo atenção, o Nenê. São duas equipes com uma rivalidade muito grande. O Flamengo, por exemplo, não tem conseguido ganhar do Fluminense nos últimos três jogos. Apesar do elenco do Flamengo, existe essa rivalidade entre os times e essa coisa de não estar conseguindo ganhar do Fluminense", avaliou.

"É um clássico que atrai muita atenção, atrai grande audiência, até pela rivalidade, como vimos no último sábado, com a Record TV liderando com folga a audiência. É o clássico que todo mundo esperava, que vale muito a pena acompanhar, narrar, transmitir. A motivação é sempre muito grande quando temos um clássico e uma final deste nível. E estamos liderando a audiência", afirmou.



"Desempenho muito bom", diz sobre cobertura

Lucas é daqueles que "veste a camisa" e saiu em defesa da cobertura do Carioca 2021 pela Record, que foi criticada por torcedores por causa dos horários dos jogos (noites de terça e sábado) e do modelo de negócio, que impediu uma transmissão nacional.

"Os profissionais da Record TV Rio entendem muito de futebol e de esporte. O time de reportagem da emissora é muito preparado, conhece muito o assunto. Temos inclusive um repórter, o Fabio Peixoto, que é árbitro de futebol. Está acostumado a lidar com o mundo do futebol. Claro que existe uma diferença na hora de fazer transmissões ao vivo de futebol, mas temos um time preparado para isso. O Guttenberg Fonseca e o Ricardo Rocha têm sido grandes parceiros. Acho que temos tido um desempenho muito bom", avaliou Lucas.



"Acho que estamos fazendo um trabalho de equipe muito bom, muito sintonizados. Houve também um trabalho muito grande da Record TV Rio de preparação técnica antes do início do campeonato e da cobertura, sobre a produção do evento, os conteúdos, as reportagens. Acredito que o trabalho da Record TV tem sido muito bom e agradado muito ao público", completou.

Chegada de novos direitos de transmissão

O jornalista diz acreditar que, com a experiência positiva do Carioca, a emissora deve investir em mais direitos de transmissão de outros campeonatos. No primeiro jogo da final entre Fla e Flu e na Taça Rio, entre Botafogo e Vasco, a emissora foi líder de audiência. A expectativa é que ambos os jogos repitam os bons números neste sábado (22).

"Desde 2012 na Record TV, tive a chance de narrar duas Olimpíadas, duas edições do Pan e duas finais olímpicas de futebol nos quais fomos líderes de audiência. Narrei também a final olímpica do Rio que deu ouro inédito pro Brasil, entre Brasil e Alemanha. A Record TV tem uma veia jornalística — e esportiva — muito forte. A Record TV tem muita experiência: a emissora fazia campeonato brasileiro, Champions League e muitos outros torneios. Acho que a emissora está preparada para buscar outros torneios e campeonatos", palpitou.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/colunas/gabriel-vaquer/2021/05/22/voz-do-carioca-na-record-elogia-cobertura-e-diz-que-demorou-pegar-ritmo.htm
Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário