sábado, 22 de maio de 2021

Rivais em Minas e agora no Rio, gringos revivem início da carreira no Brasil




Flamengo e Fluminense se enfrentam neste sábado (22), pelo segundo jogo da final do Campeonato Carioca , tendo meias estrangeiros em destaque no elenco: o uruguaio Arrascaeta e o equatoriano Cazares. Na disputa pelo título do Estadual do Rio de Janeiro, eles, inclusive, vão reviver rivalidade que começou em Minas Gerais, porta de entrada de ambos para o futebol brasileiro.



O primeiro jogo, no último sábado, terminou em 1 a 1 , com gols de Gabigol e Abel Hernández. Na decisão, não há vantagem para time algum, e um novo empate leva a disputa do título para os pênaltis. O confronto, no Maracanã, começa às 21h05.

Apontado como um dos principais nomes do elenco do Flamengo, Arrascaeta é titular da equipe do técnico Rogério Ceni e considerado peça essencial no esquema tático. Na Gávea desde o início de 2019 , em negociação que à época foi a maior da história do clube — pouco mais de R$ 80 milhões por 70% dos direitos —, o meia faz parte de uma geração bastante vencedora e é um dos xodós da torcida.



Já Cazares começou a escrever a história no Fluminense recentemente. Anunciado há pouco mais de um mês , chegou sem custos em meio a um pacotão de reforços visando a Libertadores e assinou vínculo até o fim do ano que vem. Começou bem e caiu nas graças da torcida com boa atuação contra o River Plate. O equatoriano chegou a ser titular na competição continental, desafiando a titularidade de Nenê .

No duelo de logo mais, o uruguaio e o equatoriano vão poder relembrar os tempos em que estiveram em lados opostos em Belo Horizonte. Cria do Defensor, do Uruguai, Arrascaeta chegou ao Brasil em 2015, para defender o Cruzeiro . Cazares, por sua vez, passou por alguns clubes e estava no Banfield, da Argentina, até desembarcar por aqui em 2016, como reforço do Atlético-MG .



Em Minas, os meias foram rivais por três temporadas, entre 2016 e 2018. Neste período, se enfrentaram 10 vezes no Mineiro, Brasileiro e Primeira Liga, com o equilíbrio dando o tom. Foram quatro vitórias para o Galo, quatro para o time celeste e dois empates. Quando o assunto é o título do Estadual, tudo igual também, com o de 2017 para o Atlético-MG e o do ano seguinte para o Cruzeiro.

No início de 2019, Arrascaeta foi para o Flamengo, em tratativa que teve até troca de farpas entre dirigentes dos dois clubes. No sábado, ele encontrará mais uma vez Abel Hernández, seu companheiro na seleção do Uruguai. Ambos costumam ser reservas do time comandado por Oscar "Maestro" Tabárez.



No ano passado, o Cazares foi para o Corinthians , mas não conseguiu o rendimento esperado, além de ter convivido com alguns problemas extracampo. Em abril, transferiu-se para o Fluminense.

Houve ainda mais dois confrontos entre eles, com Arrascaeta já no Fla e Cazares ainda no Atlético-MG em um dos jogos, e no Flu no outro. Ao todo, eles se enfrentaram 12 vezes, com cinco triunfos para Cazares, quatro para Arrascaeta e três empates. Na noite de hoje, eles vão poder escrever mais um capítulo deste duelo à parte.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2021/05/22/gringos-tem-fla-x-flu-em-momentos-distintos-e-revivem-rivalidade-mineira.htm
Imagem: Marcelo Cortes / Lucas Merçon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário