sexta-feira, 28 de maio de 2021

Flamengo encara desafios e defende favoritismo na busca pelo inédito tricampeonato do Brasileirão




Em busca do inédito tricampeonato brasileiro, o Flamengo inicia mais uma disputa como um dos principais concorrentes ao título. Apesar de ter sido discreto no mercado e contratado apenas um reforço, o Rubro-Negro manteve o time-base que levantou a taça na última temporada e chega com moral alta após conquistar a Supercopa do Brasil e o Campeonato Carioca.



TIME-BASE
Diego Alves; Isla, Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego, Gerson (João Gomes), Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni.

VAIVÉM DO FLA
Quem chega: Bruno Viana
Quem sai: Matheus Thuler (Montpellier/FRA), Natan (RB Bragantino), João Lucas e Pepê (Cuiabá)
Quem pode chegar: No momento, sem especulações.
Quem pode sair: Gerson (Olympique de Marselha/FRA)
Necessidade de reforços: Zagueiro, volante (se Gerson sair) e ponta
Retornos de empréstimos: Rodinei (Internacional) e Piris da Motta (Gençlerbirliği/TUR)



PRIMEIROS JOGOS:
30/05 - 16h - Flamengo x Palmeiras - Maracanã
13/06 - 20h30 - Flamengo x América-MG - Maracanã
19/06 - 20h - Flamengo x Red Bull Bragantino - Maracanã
23/06 - 19h - Flamengo x Fortaleza - Maracanã
27/06 - 11h - Juventude x Flamengo - Maracanã

OBS: as partidas contra Grêmio (2ª rodada) e Athletico-PR (4ª rodada) foram adiadas em função dos atletas convocados pela Seleção Brasileira (principal e olímpica). As novas datas dos confrontos ainda não foram definidas pela CBF.

Análise do setorista - Lucas Pessôa

Após a campanha histórica em 2019, o Flamengo teve mais trabalho e precisou de uma arrancada final surpreendente - e uma dose de sorte - para assegurar o Brasileirão 2020. Na temporada atual, a equipe de Rogério Ceni ainda se sagrou campeã da Supercopa do Brasil e do Carioca, mas terá que enfrentar uma série de desafios para buscar o inédito tricampeonato brasileiro.



O primeiro deles é corrigir a fragilidade do sistema defensivo, que já era alvo de críticas desde o ano passado e segue sendo a principal deficiência rubro-negra em 2021. Em 16 jogos na temporada atual, o time sofreu 21 gols e não foi vazado em apenas três partidas.

Outro problema será o alto número de desfalques por convocação. Com grandes chances de serem convocados para a Copa América, Arrascaeta, Isla, Everton Ribeiro e Gabigol devem ficar de fora da 2ª até a 10ª rodada. Como se não bastasse, as Olimpíadas e as rodadas das Eliminatórias também devem causar 'dor de cabeça' para Rogério Ceni no segundo semestre.



O Flamengo inicia o Brasileirão com apenas três jogadores lesionados: César, Renê e Thiago Maia. Mesmo assim, os olhos da torcida estão voltados para os casos de Diego Alves e Rodrigo Caio, que sofreram com problemas físicos nos últimos meses e se tornaram figuras frequentes no departamento médico.

Um último fator que pode atrapalhar os planos do Flamengo é o impacto da provável saída de Gerson. Próximo de um acerto com o Olympique, o volante é peça-chave da equipe desde 2019 e essencial para o estilo de jogo de Rogério Ceni. Jovem e promissor, João Gomes surge como o substituto natural, mas a mudança pode obrigar o treinador a encontrar novos mecanismos para o time.

Mesmo diante de todos os desafios citados, o Flamengo tem no poderio ofensivo a sua principal arma e é um dos grandes favoritos para o título. Uma das gerações mais vitoriosas da história rubro-negra, o time composto por Filipe Luís, Arrascaeta, Gabigol e cia. já mostrou que sabe contornar situações adversas e conhece muito bem o caminho das glórias.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/guia-brasileirao-encara-desafios-defende-favoritismo-busca-pelo-inedito-tricampeonato.html
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário