quinta-feira, 27 de maio de 2021

Duelo com Vélez vale a liderança e também busca de estabilidade no Flamengo




O Flamengo encara o Vélez Sarsfield-ARG, hoje (27), no Maracanã, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. A classificação antecipada às oitavas de final, porém, não tira o peso do duelo. A equipe rubro-negra entra em campo com o intuito de garantir a primeira colocação do Grupo G e, além disso, um bom resultado servirá para, às vésperas da estreia no Brasileirão, consolidar força após a conquista do Carioca. 



Com 11 pontos, o time do técnico Rogério Ceni está à frente justamente dos argentinos e precisa apenas de um empate para assegurar a ponta da tabela, o que, teoricamente, se torna interessante para o restante da caminhada na competição — os times que ficam na primeira colocação enfrentam os times que terminaram na segunda.

Porém, mais do que essa briga direta, o bom resultado pode ter uma importância ainda maior como um recado de estabilidade. Na Libertadores, o Flamengo, após um bom começo, vem de empates com La Calera, do Chile, e LDU, do Equador, equipes consideradas mais frágeis dentre os adversários desta fase. Nos dois jogos, o time da Gávea apontou falhas e gerou algumas dúvidas quanto ao atual desempenho.



Neste cenário, a soma dos três pontos logo mais serve também para consolidação após a "protocolar" conquista do Estadual e chegar ainda mais encaixado para a estreia no Campeonato Brasileiro, que será contra o Palmeiras, equipe que, nos últimos anos, se tornou o maior rival do Flamengo em termos nacionais. 

Há ainda o "fator Rogério Ceni". O técnico, apesar dos títulos do Brasileiro, Supercopa do Brasil e Carioca, é alvo de críticas e incertezas por parte dos rubro-negros.



"Estar aqui é sinônimo de jogar para vencer sempre. A pressão existe, mas entendo completamente. Quero que tenham a certeza que, como profissional, sou um cara muito dedicado naquilo que faço. Eu jamais deixaria de fazer o melhor pelo Flamengo. Hoje fico feliz por mais um título conquistado", disse, após a final do Carioca, no último sábado. 

Rodrigo Caio completa 100 jogos

O duelo contra o Vélez Sarsfield será especial para o zagueiro Rodrigo Caio. Ao pisar no gramado do Maracanã, o camisa 3 completará 100 jogos pelo Rubro-Negro. Cria da base do São Paulo, o jogador chegou no início de 2019 e garante se sentir "em casa" no clube da Gávea.



"Eu me sinto muito feliz e honrado por representar esse clube gigantesco e ainda mais por poder atingir a marca de 100 jogos com o manto. Desde o meu primeiro dia aqui, me senti em casa e sempre senti uma energia surreal, que, como já falei em outras oportunidades, me fez ter certeza de que escreveria uma linda história no clube. E não foi diferente. Nesse período, foram muitas conquistas e momentos maravilhosos, que vivi de forma intensa e sempre com o desejo de conquistar mais e mais", disse. 

Rodrigo Caio, inclusive, busca engrenar na atual temporada após se recuperar de um problema muscular. Até aqui foram apenas cinco partidas disputadas e 375 minutos em campo. O jogador é apontado como peça essencial para o setor defensivo do Fla, que vem se mostrando um ponto fraco atualmente e tem dado dor de cabeça a Rogério Ceni. 



Diego Alves relacionado 

O goleiro Diego Alves voltou a estar relacionado após se recuperar de uma fibrose na coxa direita. A última partida do camisa 1 foi contra a LDU, no Equador, no início do mês. De lá para cá, o jovem Gabriel Batista assumiu a vaga sob as traves.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2021/05/27/classificado-fla-encara-velez-de-olho-na-lideranca-e-para-confirmar-forca.htm
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário