sexta-feira, 28 de maio de 2021

Dirigente do Fla sugere retorno do público com divisão para ‘vacinados e não vacinados’




A pandemia da Covid-19 teve diversos efeitos no âmbito esportivo, dentre elas, a ausência de público em estádios e arenas. Se em determinados países da Europa a torcida já tem voltado a fazer parte do espetáculo, no Brasil, essa ainda não é a realidade, fato que parece incomodar uma ala dos envolvidos no futebol. Esse é o caso, por exemplo, de Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo e vereador do Rio de Janeiro. Em entrevista concedida nesta sexta-feira (28), ele reforçou o posicionamento a favor da reabertura das arquibancadas, podendo separar os espectadores entre ‘vacinados e não vacinados’.



– Se já tivemos 5 mil pessoas como público, por que não começar agora com quem já esta vacinado, numa parte do estádio, e numa outra parte, tendo todos os cuidados com os protocolos para mais 5 mil? Eu acho que podemos colocar dez mil pessoas no estádio tranquilamente. Eu estou falando isso com a responsabilidade não só de vice de futebol do Flamengo, mas também como vereador do estado. Quem está vacinado, precisa ter uma vida, dentro do possível, na normalidade. Eu sou a favor da retomada dentro disse que eu falei – disse ele à ESPN. Antes disso, Braz já havia declarado:



– Eu sou a favor do retorno de todas as pessoas que já foram vacinadas, que já passaram por duas vacinas, depois que completar o ciclo da vacina, eu sou a favor de que essas pessoas retornem aos estádios. Precisamos ter coerência, ela ajuda muito a pessoa a tratar a vida com tranquilidade. Tivemos em janeiro a final da Libertadores com mais de cinco mil pessoas no estádio. Naquela época, morriam 750 pessoas por dia no Brasil. No jogo do Fla-Flu (final do Carioca de 2021), estavam morrendo 718 pessoas. Em janeiro tinha um viés de alta, e agora, não sei se está mudando, estava mais normalizado.

Vale destacar que, no primeiro jogo da final do Carioca, entre Flamengo e Fluminense, as duas equipes tiveram direito a 150 convidados na arquibancada do Maracanã. No duelo de volta, o Fla, ao lado da FERJ, tentou liberar para cerca de 20 mil torcedores. Durante as discussões, chegou a se cogitar uma mudança de sede, transferindo o jogo para Brasília, onde seria possível a presença de público. No fim, porém, a partida foi mantida no Maracanã, com portões fechados.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://colunadofla.com/2021/05/dirigente-do-fla-sugere-retorno-do-publico-com-divisao-para-vacinados-e-nao-vacinados/
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário