terça-feira, 15 de dezembro de 2020

STJD que proibiu plaquinha de Gabigol, absolveu Sampaoli por desobedecer suspensão e Felipe Melo por chave de braço



Dois pesos e duas medidas? Esse é o questionamento que faz alguns torcedores do Flamengo que souberam das absolvições por parte do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), do técnico Jorge Sampaoli do Atlético Mineiro e do volante Felipe Melo do Palmeiras.



A crítica veio devido a esse mesmo órgão, ter vetado uma simples placa que o atacante Gabigol levantava em seus gols e agora ter “passado pano” para uma desobediência de suspenção por parte de Sampaoli, e uma chave de braço dada por Felipe Melo em um jogador do Vasco em São Januário no dia 8 de novembro.

No caso de Sampaoli, a alegação é que não houve provas concretas para identificar que ele se comunicou com os atletas na partida contra o Flamengo no Mineirão, (Do NF: Claro, ele estava pedindo uma pizza).

No caso de Felipe Melo o atleta correria o risco de receber uma punição de 12 partidas, se o órgão entendesse que tinha ocorrido agressão física, no entanto o tribunal não aceitou a denúncia.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário