terça-feira, 23 de junho de 2020

Vice-presidente do Flamengo, Rodrigo Dunshee contesta postura da Globo quanto à MP: “Não me parece isenta”



A medida provisória 984, assinada pelo presidente da Republica, Jair Bolsonaro, na última quinta-feira (18), vem dando o que falar. Isso porque, ela altera a dinâmica dos direitos de transmissão do futebol brasileiro, dando aos clubes mandantes a prerrogativa de negociarem seus direitos de exibição com mais ‘liberdade’. Na manhã desta terça-feira (23), o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, teceu críticas à postura adotada pela Rede Globo quanto à MP.


Através de seu perfil no Twitter, Dunshee questionou a forma com que a Rede Globo vem fazendo jornalismo ao tratar do tema da medida provisória. Para o dirigente, a emissora não está sendo isenta. Além disso, o VP acrescentou que, o veículo, é parceiro do clube e que, por hora, os interesses entre as partes são divergentes.

— Já notaram que a Globo critica a medida provisória que libera a transmissão do futebol, em seus diversos programas jornalísticos/esportivos, sem que dê espaço a que a outra corrente apresente sua tese? Não me parece que esteja praticando jornalismo de forma isenta, o que digo com carinho à emissora, que respeito pelo trabalho realizado no Brasil e no Rio de Janeiro. Não somos adversários, somos parceiros, mas temos alguns interesses divergentes momentaneamente e, dessa vez, julgo que a razão está com o direito dos clubes -, disse.





Com a medida provisória, o Flamengo está estudando como transmitir seu próximo jogo do Campeonato Carioca na FlaTV, canal oficial do clube no YouTube. Entretanto, na última segunda-feira (22), o GloboEsporte.com divulgou uma nota oficial feita pela Rede Globo. No comunicado, a emissora informou que, caso o Mais Querido realize a transmissão, ela irá acioná-lo na justiça.


— O Campeonato Carioca foi cedido na vigência da lei que exigia a concordância de ambos os clubes participantes do jogo para a transmissão. A nova MP, ainda que seja aprovada pelo Congresso Nacional, não altera essa cessão já realizada, que é um negócio jurídico perfeito, garantido pela Constituição Federal. A Globo não detém os direitos sobre os jogos do Flamengo e por isso não irá transmiti-los. Da mesma forma, o Flamengo não poderá transmitir qualquer um de seus jogos (ainda que seja mandante) porque a Globo é detentora dos direitos de todos os demais clubes participantes do Campeonato Carioca -, dizia trecho da nota.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/06/vice-presidente-do-flamengo-rodrigo-dunshee-contesta-postura-da-globo-quanto-a-mp-nao-me-parece-isenta/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário