sexta-feira, 13 de março de 2020

Flamengo vai depositar em juízo R$ 246 mil de renda de clássico para atender a credor do Botafogo



Intimado a depositar em juízo toda a renda do clássico do último fim de semana que seria destinada ao Botafogo, o Flamengo comunicou à Justiça que só vai enviar o dinheiro no próximo dia 9 de abril. O valor que seria do Alvinegro é de R$ 246.473,64. A ação judicial é resultado de pedido de penhora do ex-jogador Rodrigo Beckham, a informação é do jornalista Raphael Zarko do Globoesporte.com


O Alvinegro ainda vai recorrer no processo, mas teve pedido indeferido na última semana. O Flamengo explicou a demora no depósito em documento anexado ao processo alvinegro nesta quarta-feira: o dinheiro só sai depois que as operadoras de cartão de crédito repassam a verba aos cofres do clube da Gávea. Como vencedor do clássico, o Flamengo teve direito a maior parte da renda: R$ 363.510,47.

Rodrigo Beckham move ação contra o Botafogo desde 2003 — Foto: Reprodução
Rodrigo Beckham move ação contra o Botafogo desde 2003

Documento com intimação eletrônica do Flamengo — Foto: Reprodução
Documento com intimação eletrônica do Flamengo

Rubro-Negro explica que vai depositar apenas no dia 9 de abril — Foto: Reprodução
Rubro-Negro explica que vai depositar apenas no dia 9 de abril

O processo do ex-jogador é de 2003. Rodrigo jogou no Botafogo entre 1999 e 2002. O clube fez acordo recente com o jogador, no qual pagaria R$ 6 milhões em 60 parcelas, mas passou a não realizar o pagamento ainda no ano passado. O que motivou o ex-jogador, através da empresa RMLA Serviços, a pedir a penhora de recebíveis do Alvinegro. Entre elas, a renda do clássico do último fim de semana.

O débito atual, calculado pelos representantes de Rodrigo, está em mais de R$ 5 milhões. O Alvinegro ainda tenta reduzir essa penhora na Justiça.



Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/intimado-flamengo-vai-depositar-em-juizo-r-246-mil-de-renda-de-classico-para-atender-a-credor-do-botafogo.ghtml

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário