quarta-feira, 14 de abril de 2021

Ceni rasga elogios a Diego Alves: “Reverter um 3 a 1 só os gigantes conseguem”



No último fim de semana, o Flamengo conquistou a Supercopa do Brasil ao vencer o Palmeiras nos pênaltis. Após empate em 2 a 2, a decisão nas penalidades ficou acirrada e Diego Alves se tornou protagonista ao defender três cobranças, o que garantiu o título ao Rubro-Negro por 6 a 5.  Para Rogério Ceni, técnico do Fla, o camisa 1 foi o destaque da partida.

Em entrevista, Ceni rasgou elogios a Diego Alves e tratou o goleiro como ‘diferenciado’. Além disso, o treinador aproveitou para revelar que o arqueiro não quis saber onde os jogadores do Palmeiras batiam e seguiu apenas a própria intuição.

– É muito dele [Diego Alves]. Quando você tem um cara de 35 anos de idade, com a experiência que ele tem, um cara tão rodado, com tantos anos de Espanha… Ele falou para mim uma hora: ‘Nem quis saber muito onde eles batiam’. A intuição de um cara que chega deste tamanho de jogo é tão alta que é muito da sensação. O Diego foi fantástico. É o grande personagem do jogo. Só tenho a agradecer. Reverter um 3 a 1 faltando duas penalidades, só os gigantes, os goleiros diferenciados, conseguem – declarou o treinador ao Bem, amigos



Vale destacar que Ceni tem propriedade para falar sobre o assunto. Isso porque, além de ser consagrado um dos maiores goleiros do futebol mundial, o atual treinador do Flamengo é o arqueiro que mais defendeu pênaltis na história do esporte. Ao todo, foram 51 cobranças defendidas. Enquanto isso, Diego Alves chegou ao 38º defendido e é o terceiro no ranking, atrás apenas de Buffon, com 40.

RANKING GERAL NA HISTÓRIA
1 – Rogério Ceni (BRA): 51 pênaltis
2 – Buffon (ITA): 40 pênaltis
3 – Diego Alves (BRA): 38 pênaltis
4 – Handanović (SI): 38 pênaltis
5 – Mickaël (FRA): 37 pênaltis



- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://colunadofla.com/2021/04/de-goleiro-para-goleiro-ceni-rasga-elogios-a-diego-alves-reverter-um-3-a-1-so-os-gigantes-conseguem/
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário