domingo, 27 de janeiro de 2019

Um ano em 45 minutos: Bruno Henrique iguala 2018 e sai nos braços da torcida do Flamengo



Bruno Henrique precisou de apenas 45 minutos em campo em sua estreia pelo Flamengo para fazer dois gols e cair nas graças da torcida. Em 2018, pelo Santos, ele atuou em 32 jogos e terminou com os mesmos dois gols. Sábado, o atacante entrou no segundo tempo do clássico com o Botafogo foi o responsável pela virada para 2 a 1. Um cartão de visita e tanto, ainda mais com a promessa de concorrência acirrada por uma vaga de titular.



O camisa 27 ainda deu uma assistência para Gabigol, mas o árbitro errou e anulou. Na saída do estádio, Bruno Henrique foi um dos mais festejados pelos torcedores rubro-negros e atendeu a inúmeros pedidos de fotografias. Foi um dia que ele pretende eternizar em sua memória.

- Muito feliz de jogar bem e marcar dois gols. A camisa vai para um quadro para eu guardar de lembrança. Desde a minha chegada todos me receberam muito bem, e isso se reflete dentro de campo. O elenco tem muita qualidade, não tem nem o que falar. Os caras brincam com a bola. Eu em poucos dias já me enturmei bem - disse o atacante.

Bruno Henrique chegou ao Flamengo em uma transação de R$ 23 milhões, e seu principal objetivo é esquecer a temporada 2018 ruim que teve, prejudicado por lesões. A mais grave foi no olho, após levar uma bolada na primeira partida da temporada, contra o Linense. A recuperação foi longa e dolorosa, ele precisou utilizar óculos especiais em campo. Ao todo ele desfalcou o Peixe em 30 jogos em 2018.



Abel Braga, no entanto, não diminuiu sua admiração. Quando assumiu o comando do Fla, logo pediu a contratação. O técnico acredita que o atacante vai contribuir muito com sua velocidade e presença de área.

- O Bruno Henrique deu uma opção tática muito interessante. Posso te garantir que foi o primeiro nome que pedi. Um jogador do tamanho dele, com presença de área e velocidade é sensacional. Não tem a finalização do Vitinho, mas tem faro de gol. Inclusive o árbitro pediu desculpa para ele, que é tão rápido e achou que estava impedido. Ele está de parabéns, como todos estão - disse o treinador.

Parceria com Gabigol

No Flamengo, Bruno Henrique reencontra Gabigol, de quem virou grande amigo no Santos. O início da parceria no Rubro-Negro deixou ótima impressão, já que melhoraram o time e, não fosse o erro da arbitragem ao anular o gol do camisa 9, teria rendido fruto já no primeiro jogo.



Nos momentos de mais difíceis da lesão de Bruno Henrique, Gabigol esteve ao seu lado. Depois da vitória no clássico com o Botafogo, o camisa 9 mostrou uma satisfação especial com a atuação do amigo.

- O Bruno é um cara que eu amo muito, me ajudou bastante no Santos também. Poucas pessoas sabem o que ele sofreu com as lesões que teve. Foram momentos difíceis, mas eu sempre estava do lado dele, somos muito próximos. Vendo ele feliz, fazendo gols, é como seu estivesse feito também.

Líder do Grupo C da Taça Guanabara com sete pontos em três jogos, o Flamengo volta a campo na próxima terça-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã, para enfrentar o Boavista.


Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/em-um-jogo-pelo-flamengo-bruno-henrique-iguala-2018-pelo-santos-e-sai-nos-bracos-da-torcida.ghtml

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário