Flamengo faz sua melhor campanha na Libertadores



Os motivos são concretos para sonhar com o tricampeonato da Libertadores. Após uma goleada histórica por 4 a 0 sobre o Vélez Sarsfield, em plena Buenos Aires (ARG) no jogo de ida das semifinais, o Flamengo chega até aqui com uma campanha sólida, sem contestações e que é bem melhor que a de 2019, quando foi campeão, e a de 2021, marcada pelo vice-campeonato. 

O recorte considera os 11 jogos da caminhada. A invencibilidade conta com dez vitórias, um empate e incríveis 30 gols marcados e apenas sete sofridos. Em 2019, após o jogo de ida das semifinais, o Flamengo somava cinco vitórias, três empates e três derrotas, com 17 gols marcados e nove sofridos.


Em 2021, a campanha foi melhor e também invicta até este estágio, porém com mais tropeços. Foram oito vitórias e três empates, com 30 gols marcados e 12 sofridos. 

Muitos creditam o desempenho acima da média ao técnico Dorival Júnior, que voltou a fazer a engrenagem rubro-negra funcionar. O treinador, por sua vez, se mostra grato pela obediência tática do elenco. 


"Prazeroso trabalhar com um grupo que tem a busca por soluções, tudo é assimilado rapidamente. Oscilamos em duas partidas ou no máximo três dentro destes 24 jogos desde que cheguei. Nas demais, cumprimos à risca o que foi solicitado. Feliz por tudo isso", declarou logo após a goleada sobre o Vélez Sarsfield. 

A partida de volta contra os argentinos ocorrerá na próxima quarta-feira (7) no Maracanã e o Flamengo possui uma larga vantagem, e pode perder por até três gols de diferença que mesmo assim fica com a vaga na decisão. Ao Vélez resta a ingrata missão de golear por cinco gols de diferença ou ao menos por quatro para levar a decisão aos pênaltis. 


A grande possibilidade de ir à mais uma final de Libertadores tem feito muitos torcedores se planejarem para a decisão que ocorrerá em Guayaquil, no Equador, no dia 29 de outubro. Os rubro-negros, no entanto, têm sofrido com o preço das passagens e as dificuldades de logística para a cidade equatoriana.

Em 2019, contra o River Plate (ARG), a finalíssima foi em Lima, no Peru. Já em 2021, contra o Palmeiras, ela ocorreu em Montevidéu, no Uruguai. Em ambas a torcida do Flamengo foi maioria. 

A outra semifinal é o duelo entre os brasileiros Athletico-PR e Palmeiras. Os paranaenses venceram por 1 a 0 na ida, na Arena da Baixada (PR). O jogo da volta ocorre na próxima terça-feira (6), às 21h30, no Allianz Parque (SP). 

Veja o comparativo das campanhas:

2019 
5 vitórias 
3 empates 
3 derrotas 
17 gols marcados 
9 gols sofridos 

2021 
8 vitórias 
3 empates 
0 derrotas 
30 gols marcados 
12 gols sofridos 

2022 
10 vitórias 
1 empate 
0 derrotas 
30 gols marcados 
7 gols sofridos.

Fonte: Uol
Imagem: Gabriel Sotelo/Folhapress

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.