Entenda o planejamento do Flamengo para enfrentar três competições, a começar contra o Goiás



O discurso do técnico Dorival Júnior após a classificação para a final da Libertadores foi respaldado pela diretoria e pelos profissionais do Departamento de Saúde e Alto Rendimento, e o Flamengo terá, a quase cinquenta dias para a decisão contra o Athletico-PR, um planejamento de avaliação semanal do elenco para decidir quem escalar nos jogos do Brasileiro, como o de hoje, 19h, contra o Goiás, fora de casa.

Na prática, o plano é não mexer no que vem dando certo. Estabelecer, após cada jogo, quem está apto e quem precisa ser preservado para o próximo compromisso. A aposta do clube é na boa comunicação do treinador com o chefe do departamento médico Márcio Tannure. A qualificação do setor tem sido apontada como fator decisivo para manter a filosofia após um 2021 em que o Flamengo chegou à final contra o Palmeiras longe da melhor condição física.


—Estamos focados nas três, não mudei o que vinha sendo feito. Acontecem pequenos problemas, mas não podem nos tirar do rumo — afirmou Dorival Jr.

Os recentes tropeços contra Palmeiras e Ceará com equipes alternativas foram considerados parte do plano de seguir vivo em três competições. E não haverá foco apenas na Libertadores por conta da vaga na final. Até para que os jogadores se mantenham em bom ritmo, o trabalho individualizado será ainda mais reforçado, com o aproveitamento integral do elenco, e escalações que levarão em conta quem puder entregar mais naquela partida de olho na sequência.


O Flamengo terá, depois de Goiás, pelo Brasileiro, e São Paulo, pela Copa do Brasil, mais dois jogos em setembro, contra Fluminense e Fortaleza. Neste último haverá desfalque de Pedro e Éverton Ribeiro, convocados para amistosos da seleção. Com os jogos de uma eventual final de Copa do Brasil dias 12 e 19 de outubro, o próximo mês reserva ainda sete jogos nos pontos corridos.

Fora do jogo contra o Vélez, por estar pendurado, Thiago Maia deve retornar á equipe contra o Goiás, assim como David Luiz e Léo Pereira. O volante jogaria ao lado de Diego, que daria descanso a João Gomes. De olho no jogo do meio de semana contra o São Paulo, pela Copa do Brasil, Filipe Luis também deve ser preservado, assim como Arturo Vidal, Éverton Ribeiro e o meia Arrascaeta.


Pedro e Gabigol estão suspensos da partida. A novidade pode ficar por conta do centroavante Matheusão, da base, com Éverton Cebolinha e Marinho no ataque. No revezamento da lateral-direita, Matheuzinho tem chance de voltar ao time, mas concorre com Varela. Rodinei, titular na Libertadores, também seria deixado para o jogo da Copa do Brasil quarta-feira.

Fonte: Extra
Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.