quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Dorival vê "grande partida" do Flamengo em vitória sobre o Corinthians, mas pede cautela para jogo de volta




GE: O Flamengo largou com vantagem na Libertadores ao bater o Corinthians por 2 a 0, nesta terça-feira, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Ao fim da partida, Dorival elogiou o desempenho da equipe, mas pediu cautela para o jogo de volta.



- Eu acho que temos que ter consciência de que fizemos uma grande partida. Partida importante, madura. Dentro do que treinamos, a equipe respondeu. Você valoriza a posse de bola, sem perder a agressividade. Quando os três jogadores de frente estão agressivos no combate, a equipe sofre muito menos. É comprometimento de todo mundo que entra e cumpre a função de quem estava. A equipe encontrou uma forma de jogar e estar confortável - disse o técnico.

- Temos alguns dos melhores meias do futebol brasileiro e esses jogadores precisam estar com bola. Tivemos uma atuação madura, mas apenas uma. Foi apenas uma atuação, ainda tem noventa minutos e precisamos ter cuidado no jogo de volta - prosseguiu.



Depois de um início de jogo equilibrado, o Flamengo conseguiu abrir o placar com Arrascaeta e pôde impor seu jogo, com pressão no ataque, criação de chances e poderia ter saído com um placar ainda mais contundente da casa do Corinthians. Para Dorival, isso é fruto de uma evolução da equipe sob seu comando.

- O momento ainda está se consolidando. Ainda não é outro. Depende da nossa postura daqui para frente. O Arrascaeta disse algo importante: se não acreditam no que está sendo passado pelo treinador, a gente fica pelo caminho. Fico muito satisfeito porque todos os comportamentos pedidos, agressividade, foi trabalhado aos poucos e está gerando resultado.



O jogo de volta está marcado para a próxima terça-feira, no estádio do Maracanã, às 21h30. Quem passar terá pela frente o vencedor do confronto entre Talleres e Vélez.

Veja outros temas abordados pelo treinador:

Jogo de volta

- Cada partida tem uma história. Cada momento tem que se responsabilizar pelo que foi alcançado. Não adianta achar que está definido. Estaremos enfrentando o vice-líder do Brasileiro. Uma equipe difícil de ser batida, perigosa, guerreira e futebol prega peças. Temos que tomar cuidado, ter muita atenção. Não tem nada decidido. Temos que ter consciência que se bobearmos, corremos risco. É natural que como a equipe jogou, digam que está resolvido. Mas não é assim.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Marcos Ribolli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário