quarta-feira, 27 de julho de 2022

Flamengo e Corinthians podem ser acionados na justiça por negociações com clubes russos




Torcedores.com: Guillermo Varella sequer chegou ao Brasil, mas a sua contratação pode ter consequências no Flamengo. Assim como o Rubro-Negro, outros times do Brasileirão Série A se utilizaram da normativa da FIFA para contratar jogadores do futebol russo. Porém, de acordo com o repórter Fábio Aleixo, o clube carioca pode ser acionado na justiça esportiva pelo negócio. O Dínamo estudo essa possibilidade por entender que a regra permite que os jogadores suspendam seus contratos, mas não possam ser convencidos disso.



Sendo assim, o Flamengo poderia ser incluído como um co-réu no processo que o clube venha a mover contra FIFA, no CAS. Segundo Aleixo, o caso de Balbuena, reforço do Corinthians, também possa ser incluído junto ao processo. De acordo com a informação apurada pelo jornalista, o Dínamo e outras equipes russas se movimentam em prol dos seus interesses.


Brasileirão Série A está cheio de reforços oriundos da Rússia
O caso que agora pode parar na justiça é um entre tantos negócios que envolveram clubes do Brasileirão Série A e jogadores “russos”. Guillermo Varela é mais um que negocia com o Flamengo, mas antes, Wendel também foi tentado. No caso do Corinthians, além de Balbuena, Yuri Alberto veio do Zenit, mas este em uma negociação direta com o clube russo.



No Brasil, o time com mais jogadores que vieram do leste Europeu está o Internacional. No time, Vitão e Alan Patrick vieram do Shakthar Donetsk; Wanderson foi emprestado pelo Kransodar e De Pena deixou o futebol ucraniano rumo ao Rio Grande do Sul. Diversos atletas optaram por se utilizar da normativa da FIFA para seguir jogando em longe da guerra.

Agenda do futebol brasileiro
Flamengo e Corinthians dão uma parada no Brasileirão Série A e focam agora na Copa do Brasil. O Rubro-Negro encara, hoje, o Athletico-PR, às 21h30, no Maracanã lotado. Já o Corinthians encara o Atlético-GO, fora de casa, também às 21h30.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário