quinta-feira, 31 de março de 2022

Flamengo divulga balanço financeiro e tem faturamento inédito no Brasil; veja




Coluna do Fla: Nesta quinta-feira (31), o Flamengo divulgou o balanço anual com as demonstrações monetárias do clube em 2021. Bem estruturado financeiramente, o Mais Querido, inclusive, bateu um recorde no quesito. Isso porque, o faturamento do Rubro-Negro na última temporada ultrapassou a casa do bilhão – o maior valor atingido pelo Mengo e um feito inédito no futebol brasileiro.



“O Clube ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em receitas brutas em 2021, auferindo R$ 1.082 MM segundo as normas contábeis brasileiras e internacionais. Este nível de faturamento é inédito no futebol brasileiro e simboliza o patamar que o Clube alcançou em termos de geração de recursos. Mesmo que parte desse valor deva-se à contabilização de parte do Campeonato Brasileiro de 2020 em 2021, a receita de 2021/A, de R$ 992 MM, representa um crescimento de 31% em relação a 2020/A e de 4% em relação ao ano de 2019”, diz trecho do documento.

Mesmo com o recorde nas receitas, o valor poderia ter sido ainda maior, não fossem os impactos causados pela pandemia e as restrições na capacidade do Maracanã, que impossibilitaram a presença maciça da Nação Rubro-Negra no estádio. Outro fator que poderia impulsionar o faturamento do Time da Gávea seria a conquista de títulos, visto que o Fla foi vice no Brasileirão e na Libertadores – além da queda na semifinal da Copa do Brasil. Ainda assim, o Mais Querido teve um superávit de R$ 178 milhões.



“O resultado contábil de 2021, de R$ 178 MM, é o maior superávit contábil da história do Flamengo. Mesmo considerando os efeitos da postergação do Campeonato Brasileiro, o Clube apresentou um resultado em 2021/A de R$ 130 MM, após um prejuízo de R$ 59 MM em 2020/A. Este resultado está no mesmo patamar do resultado atingido entre 2015 e 2017, período em que o Clube ainda realizava investimentos muito menores no seu time de futebol profissional, conforme o gráfico abaixo mostra”, publicou o clube.

Se por um lado o rendimento bruto do clube segue aumentando, por outro, a dívida líquida operacional toma o caminho contrário e vem sofrendo uma diminuição. De acordo com os dados informados pelo Flamengo, o endividamento caiu para cerca de R$ 263 milhões em 2021 – o menor montante desde 2013 – contra R$ 480 milhões de 2020. No faturamento, a projeção da diretoria para 2022 prevê uma receita superior a essas apresentadas, e a expectativa é de que os números ultrapassem novamente a casa do bilhão.



- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário