quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

RMP: Paulo Sousa traz profissionalismo europeu ao Fla e acerta em rigidez




Uol: Em seus primeiros dias no comando do Flamengo, Paulo Sousa já deu sinais de como será seu trabalho no clube. O técnico português adotou algumas medidas rígidas, como antecipar o horário dos treinos, multa em caso de atraso e os jogadores almoçando juntos e sem usar o celular. Resta saber como elenco vai reagir às regras e ao lado exigente do treinador.



Na Live do Flamengo , programa do UOL Esporte com as últimas novidades do Mengão, os jornalistas Renato Maurício Prado e André Rocha analisaram os primeiros dias de Paulo Sousa à frente do time e se a linha dura do técnico dará certo.

"Acabou aquele negócio de treino só à tarde e jogador chegar em cima da hora. O Paulo Sousa adotou uma série de medidas típicas do profissionalismo europeu. Muitas delas haviam sido usadas por Jorge Jesus, que depois flexibilizou aqui e ali. Acho muito salutar esse choque de profissionalismo no Flamengo, que vem de um treinador que é exatamente o contrário disso. Renato Gaúcho deixava tudo muito solto. Estou otimista, mas fico pensando como isso vai bater na cabeça dos chamados 'gatos gordos' do elenco", comentou Renato.



Rocha também aprovou as medidas adotados pelo treinador, mas fez uma ressalva: a rigidez precisa estar acompanhada de bons resultados em campo para não ser questionada depois. "Tem que ver como será isso na prática. Veremos com a sequência de jogos. No Flamengo, Paulo Sousa precisa do mesmo que qualquer treinador no mundo. São os dois 'erres mágicos', que são respaldo e resultado. Ele precisa desses dois para ter um retorno disso e poder seguir essa sequência de trabalho. É algo que precisaremos acompanhar no dia a dia", apontou o colunista do UOL.

Renato demonstrou uma certa preocupação com a questão levantada por Rocha, mas considera correta a atitude de Paulo Sousa cobrar uma postura mais disciplinada do elenco rubro-negro. "Só fico receoso porque é uma mudança bem radical de tudo o que o Flamengo fazia. Em um primeiro momento, todo mundo vai fazer e apoiar. Mas tem que ter resultado. Se por acaso ele não vier logo, vai começar a ter gente dizendo 'ah, não quero fazer isso'. De uma maneira geral, ele está certo. Está trazendo um profissionalismo europeu, e é o que você espera ao trazer um técnico de lá. Não pode buscar um técnico na Europa e achar que vai dar um jeitinho", avaliou.



Para Rocha, uma das questões mais importantes trazidas pelo técnico português pode passar despercebida para muitos: o cuidado com a alimentação dos atletas. "Desde o livro do Guardiola [Guardiola Confidencial] vemos a importância que os grandes treinadores do mundo dão à alimentação, que é um fator primordial para a recuperação do atleta, que precisa começar assim que o jogo acaba par ele ficar pronto para atuar dali a três, quatro dias. Isso que o Paulo Sousa está tentando impor não é nada mais do que o básico dentro do profissionalismo para ter o alto rendimento", destacou.

No começo, Renato olhou desconfiado para a ideia de reunir os jogadores para que fizessem todas as refeições juntos, mas mudou sua visão. "Quando vi essa história de jantar após os jogos, fiquei meio ressabiado. Se perde, como vai ser o clima desse jantar? Mas há esse componente da recomposição e a refeição será com elementos para repor as energias e evitar que o jogador saia do Maracanã e vá comer em um Mc Donald's. Sabemos que jogadores fazem isso. Faz um certo sentido", disse o colunista do UOL .



Se o Flamengo pretende se manter no topo e entrar firme na disputa por títulos, precisa de disciplina e profissionalismo, como reforçou Rocha. "A questão do celular é um pouco mais discutível e subjetiva. O Jorge Jesus também começou com isso, mas desistiu. Mas a alimentação é primordial. Não tem muito o que falar sobre isso. É o básico do profissionalismo de quem quer competir em alto nível em duas, três competições como o Flamengo querem. É o que se faz no mundo e o clube tem que seguir essa linha", completou.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário