sábado, 4 de dezembro de 2021

Rocha: 'Flamengo precisa ter uma conversa séria com Jorge Jesus'




Uol: Pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021 , o Flamengo foi até Pernambuco e ficou no empate de 1 a 1 com o Sport . O resultado levou o time a 71 pontos, já com a vice-liderança assegurada.



Na Live do Flamengo, transmitida pelo UOL Esporte após os jogos do Rubro-Negro, os jornalistas Renato Maurício Prado e André Rocha projetaram o futuro do Flamengo e deram suas opiniões sobre o técnico que deve ser contratado pelo time.

"Acho que o Flamengo tem que entender o contexto em que ele está inserido. Não consegue fechar com o Jorge Jesus agora, seja por opção dele, porque o time vai se classificar na Liga dos Campeões... Então, digamos que ele fique, o Flamengo teria que tentar uma conversa séria com ele e perguntar se quando terminar a temporada europeia ele viria", começou dizendo André Rocha.



"Caso o Jorge Jesus firme esse acordo informal, eu acho que o Flamengo não tem que buscar outro treinador e tem que entender o contexto da volta dele ao time. Se ele não vem no começo do ano e o time vai atrás de outro nome, esse profissional que chegar vai ter paz até maio independentemente do que acontecer. A partir do momento que o JJ não renovar com o Benfica, o clube pode ter ganho tudo, vai ter pressão pelo português. Vai se criar um clima difícil, isso até mesmo se esse comandante que estiver no cargo for bem", completou o comentarista.

Em seguida, o comentarista destacou que se Jesus acertar um retorno informal para o meio do ano, o Flamengo precisa de um 'tampão'.



"Se ele acertar a volta para maio, o Flamengo precisa arrumar alguém para ficar no cargo até ele chegar. Essa pessoa não pode ser o Maurício Souza. Tem que ser um outro profissional que aceite fazer esse trabalho durante o Carioca. Não importa se o JJ vai perder a pré-temporada. O Flamengo tem que entender que todos os treinadores que passaram sofreram pressão por causa dele... A diretoria não pode passar por cima da questão do português ficar livre e o time ter outro técnico", afirmou.

"Eu discordo quando você diz que o treinador não vai ter paz se estiver indo bem. Ceni e Renato, se estivessem bem, poderiam estar até hoje. É claro que vai ter a pressão para a equipe ser a mesma de 2019, aliás, essa comparação cairá até sobre os ombros do próprio Jorge Jesus se voltar", declarou Renato Maurício Prado.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário