segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Ídolo do futebol mundial se derrete pelo Flamengo: “Criam talentos”




Coluna do Fla: Com uma Nação que ultrapassa os 42 milhões, o Flamengo é um considerado um dos maiores do mundo. Não à toa, o ex-jogador Tim Cahill, em participação no quadro ‘Desafio no Estádio de Abertura da Copa de 2022’, do canal Desimpedidos, lembrou logo do Mais Querido quando o assunto foi o futebol brasileiro. O australiano ainda fez questão de ressaltar o lema do Fla de ‘fazer craque em casa’.


Acho que o diferencial do Brasil é a paixão pelo esporte. Os jogadores não jogam iguais robôs, eles jogam livres. Então, se você os assiste, todos têm seu próprio estilo de jogo. e o restantedos jogadores jogam para ele e você deve dar espaço para fazerem as jogadas -, disse, antes de completar:

Agora, clubes, eu já vi o Flamengo e outros times mais conhecidos. Eles (Fla) são durões e bem preparados fisicamente, muito disciplinados. Eles são bem preparados e as pessoas não percebem isso a não ser que assistam aos jogos, mas eles criam talentos. Eles têm crianças que querem sair do Brasil para se desafiarem ao redor do mundo. É muita sorte termos um país que produz esse tipo de talentos, talentos mundiais. Eles adoram o futebol. Eles não só jogam, como jogam por diversão -, finalizou.



Vale lembrar que, atualmente, dois nomes seguem deixando o Flamengo em alta no futebol internacional. Isso porque, os ‘crias’ Lucas Paquetá, do Lyon (França) e Vinicius Junior, do Real Madrid (Espanha), têm se destacado em seus clubes atuais. Enquanto o meio-campista faz sucesso no futebol francês, o atacante já vislumbra o ‘título’ de melhor jogador do mundo, com a qualidade apresentada no time espanhol.



- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário