terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Com R$ 1 bi de receita, Flamengo prevê aumentar gasto em R$ 61 milhões para 2022




Por Rodrigo Mattos e Leo Burlá | Uol: O orçamento do Flamengo para 2022 prevê receita em torno de R$ 1 bilhão, isto é, um patamar similar ao da atual temporada. Há um aumento da despesa, mas dentro do crescimento da inflação. Já existe um entendimento no clube de que deve haver flexibilidade para acomodar um novo técnico estrangeiro.



O orçamento será votado nesta terça-feira à noite no Conselho de Administração, de forma presencial. Não deve haver problema para a aprovação. A reunião ocorrerá logo após o presidente Rodolfo Landim ser reeleito por ampla maioria.

Em 2021, o Flamengo atingiu o valor de R$ 1 bilhão com: premiações como os vice-campeonatos da Libertadores e Brasileiro, vendas de jogadores e receitas extras de marketing. Para 2022, há uma diferença no peso das fontes de receitas previstas.



Explica-se: o retorno do público ao estádio leva à estimativa de uma receita de bilheteria, e crescimento do sócio-torcedor. Só com esses dois itens a previsão é de uma entrada em torno de R$ 150 milhões no próximo ano. Em 2021, os valores foram mais modestos.

Mas o clube não poderia prever final da Libertadores, nem arrecadar mais de R$ 210 milhões com venda de jogadores, dois itens alcançados na atual temporada. Logo, um item é compensado pelo outro. As receitas de marketing também têm previsão de crescimento.



Apesar da previsão da receita de R$ 1 bilhão, o Flamengo não tem plano de grandes contratações. Seu gasto geral, no entanto, vai crescer. A despesa estimada em 2022 é de R$ 611 milhões. Esse valor é 11% maior do que o da atual temporada, que vai fechar com R$ 550 milhões. Ou seja, aproxima-se da inflação do ano que foi de 10%. Os custos com pessoal são similares, na casa de R$ 370 milhões.

Isso não significa que não exista dinheiro para a contratação de um técnico estrangeiro. O Flamengo tem uma estimativa de superávit na casa de R$ 180 milhões em 2022. O objetivo seria reduzir ainda mais a dívida que caiu no segundo semestre de 2021. Mas há espaço para reduzir essa sobra para encaixar o treinador.



Ainda não houve um movimento concreto do Flamengo por um técnico. Até agora, a diretoria apenas sondou o empresário de Jorge Jesus e espera sua situação no Benfica. Também perguntou sobre Carlos Carvalhal, do Braga, como opção, além de observar a situação de Marcelo Gallardo. Mas, por enquanto, não deu o próximo passo.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Fred Gomes

2 comentários:

  1. Só espero um Flamengo com mais vontade para 2022! @Sagatapoteose segue no Instagram

    ResponderExcluir
  2. com tanto dinheiro disponível dá para o flamengo tentar a contratação do marcelo gallardo e sua comissão técnica tranquilamente👍o retorno financeiro para 2022 seria estrondoso!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário