domingo, 19 de dezembro de 2021

Com chegada de Braz a Portugal, dirigentes iniciam neste domingo agenda de reuniões por novo técnico




Por Fred Gomes | GE: É chegada a hora do olho no olho para os homens que comandam o futebol do Flamengo. Saem os telefonemas e as mensagens de texto, entram em campo os papos presenciais. Agora, com Marcos Braz em Lisboa ao lado de Bruno Spindel, Portugal vai esquentar nos próximos dias. A dupla pretende, na pior das hipóteses, voltar no fim da semana da Europa com a missão de contratar um treinador praticamente concluída. Ou seja: se não for possível a assinatura de contrato, pelo menos o acerto estará encaminhado.



Os candidatos são todos portugueses, e o Flamengo espera conversar com todos no máximo até quarta-feira. Antes de decolar, o clube trabalhou bastante em constantes conversas para chegar à capital portuguesa com situações adiantadas. Dois treinadores têm maior proximidade com Braz e Spindel. Sobre Jorge Jesus, do Benfica, não é preciso dizer muito. O passado glorioso na Gávea e os laços criados fazem os dirigentes esperá-lo até os momentos finais. Carlos Carvalhal é outro que já esteve próximo do vermelho e preto. Chegou a acertar com o Flamengo no período pós-JJ, mas um problema pessoal o impediu de assinar.

Ambos estão empregados, mas Jesus vive momento de grande pressão mesmo classificado às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Mais do que isso: nos próximos três jogos, terá o Porto como rival duas vezes, ambas fora de casa, no Estádio do Dragão. Depois de derrota recente em clássico com o Sporting (3 a 1), eventuais fracassos podem fazer o caldo entornar para o Mister.



Carvalhal também sofreu dura derrota na semana, foi goleado por 5 a 1 pelo Boavista na quinta-feira passada. Escalou time alternativo, mas admitiu que foi um dos tropeços que mais lhe doeram.

Em coletiva realizada no sábado o treinador de 56 anos não deu pistas, porém evitou ser assertivo a respeito de sua continuidade no Braga.



- Tive várias abordagens, mas tenho contrato com o Braga e estou nas mãos do meu presidente. O acordo tem de ser com o Braga. Sou do Braga, o Braga é minha pele. Para sair de um clube que é a minha casa, só saio em um negócio que seja bom para o Braga. Ou quando Braga entender que não devo continuar. Estou a cumprir meu contrato.

Paulo Sousa também foi contatado e conversa com a dupla rubro-negra neste domingo. Mesmo empregado, o treinador da seleção polonesa se animou com a possibilidade de comandar o Flamengo. À imprensa local, porém, afirmou que está focado na repescagem das eliminatórias europeias, onde terá a Rússia pela frente, em partida única marcada para março.



Livres no mercado

Paulo Fonseca, cujo último trabalho foi à frente da Roma, também está no radar rubro-negro, mas, ao que tudo indica, seu desejo é seguir na Europa. Em outubro esteve próximo do inglês Newcastle, mas não fechou.

Último nome a pintar foi o do também luso Rui Vitória, que, na última quarta-feira, encerrou sua passagem pelo Spartak Moscou em comum acordo com a diretoria do clube russo.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Delmiro Junior/Photo Premium/Gazeta Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário