terça-feira, 2 de novembro de 2021

Pedrinho expõe teoria que explica porque o Flamengo de JJ mesmo sem poupar teve muito menos lesões que o Flamengo atual




Lance!: Em outubro, o Flamengo registrou 14 problemas, como lesões musculares e cirurgias, no Departamento Médico do clube. Entre os sete desfalques que não atuaram no empate com o Athletico Paranaense, seis estão no DM ou se recuperando. Para o comentarista Pedrinho, contudo, esta situação pode ter a ver com a desorganização do Rubro-negro em campo.



- O departamento médico e a estrutura e o staff do Flamengo é o mesmo, ou mudou? O Centro de Treinamento, a estrutura física, é tudo o mesmo. Mudou a comissão [técnica]. E aí a minha discussão: será que as lesões elas também não estão associadas ao modelo de jogo e a coordenação dos movimentos. [...] - iniciou o ex-meia durante o 'Seleção SporTV'. 

- Quando o [Jorge] Jesus bota os jogadores o tempo inteiro para jogar, e aí a gente fica pensando "nossa, o staff do Flamengo é muito bom", e realmente é um dos melhores do país. Só que eu acho que o modelo de jogo, como é muito fixo e tem os movimentos muito certo e os movimentos intuitivos são menores do que os movimentos táticos, você gasta menos energia, e aí você tem um desgaste muscular menor e, por isso também, você lesiona menos - continuou o comentarista.



- Eu acho que o retrato do desgaste do Flamengo, que ficou gritante em alguns jogos quando eles perdem a bola, a falta de coordenação, vários movimentos que não são treinados, um percurso maior de desgaste, por não ter tantos movimentos coordenados, eu acho que pode aumentar. Por isso eu vejo um Flamengo, como é mais desorganizado, com mais desgaste físico - concluiu Pedrinho. 

O Flamengo volta a entrar em campo nesta sexta-feira para enfrentar o Atlético Goianiense em partida atrasada da 19ª rodada da Série A do Brasileirão. No campeonato, o Rubro-negro ocupa o 3º lugar com 50 pontos em 27 jogos.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário