terça-feira, 23 de novembro de 2021

Em nova decisão judicial, eleição no Flamengo deve ocorrer de forma presencial




Coluna do Fla: Com o fim da temporada 2021 se aproximando, o Flamengo vive um término de ano bastante agitado. Se dentro de campo há a expectativa pela final da Libertadores, fora dele, o clima nos bastidores pega fogo. Isso porque, ocorrerá na Gávea a eleição para presidente do clube, no dia 4 de dezembro. Em meio a isso, a justiça determinou, nesta segunda-feira (22), que o pleito deve ocorrer de forma presencial.



A decisão foi tomada pelo desembargador José Roberto Portugal, que alegou que o estatuto do Fla não prevê recolhimento de votos à distância. Neste cenário, a determinação vai de encontro ao que havia sido estabelecido pelo juiz Leonardo de Castro Gomes, no dia 12 de novembro. A informação foi divulgada pelo jornalista Venê Casagrande.

A solicitação de voto à distância foi iniciativa de Walter Monteiro, candidato à presidência pela Chapa Ouro. A intenção era que sócios que não moram no Rio de Janeiro pudessem participar da eleição, além de evitar o deslocamento de pessoas em período pandêmico.



A disputa pelo cargo de presidente do Flamengo será para o próximo triênio (2022 e 2024). Os candidatos ao posto de mandatário do Rubro-Negro são: Rodolfo Landim (Chapa Roxa), Walter Monteiro (Chapa Ouro), Marco Aurélio Asseff (Chapa Azul) e Ricardo Hinrichsen (Chapa Branca).


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprpodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário