Em nova decisão judicial, eleição no Flamengo deve ocorrer de forma presencial




Coluna do Fla: Com o fim da temporada 2021 se aproximando, o Flamengo vive um término de ano bastante agitado. Se dentro de campo há a expectativa pela final da Libertadores, fora dele, o clima nos bastidores pega fogo. Isso porque, ocorrerá na Gávea a eleição para presidente do clube, no dia 4 de dezembro. Em meio a isso, a justiça determinou, nesta segunda-feira (22), que o pleito deve ocorrer de forma presencial.



A decisão foi tomada pelo desembargador José Roberto Portugal, que alegou que o estatuto do Fla não prevê recolhimento de votos à distância. Neste cenário, a determinação vai de encontro ao que havia sido estabelecido pelo juiz Leonardo de Castro Gomes, no dia 12 de novembro. A informação foi divulgada pelo jornalista Venê Casagrande.

A solicitação de voto à distância foi iniciativa de Walter Monteiro, candidato à presidência pela Chapa Ouro. A intenção era que sócios que não moram no Rio de Janeiro pudessem participar da eleição, além de evitar o deslocamento de pessoas em período pandêmico.



A disputa pelo cargo de presidente do Flamengo será para o próximo triênio (2022 e 2024). Os candidatos ao posto de mandatário do Rubro-Negro são: Rodolfo Landim (Chapa Roxa), Walter Monteiro (Chapa Ouro), Marco Aurélio Asseff (Chapa Azul) e Ricardo Hinrichsen (Chapa Branca).


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Reprpodução
Em nova decisão judicial, eleição no Flamengo deve ocorrer de forma presencial Em nova decisão judicial, eleição no Flamengo deve ocorrer de forma presencial Reviewed by NF on novembro 23, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

Deixe seu comentário