domingo, 21 de novembro de 2021

Dirigente do Flamengo se revolta com pênalti não marcado e manda recado




Torcedores.com: Com uma atuação incisiva no início da partida, o Flamengo superou o Internacional na noite do último sábado (20), em Porto Alegre, pela 34ª rodada do Brasileirão, e segue na caça árdua ao líder Atlético-MG. Apesar do triunfo pelo placar de 2 a 1, a não marcação de uma penalidade sobre Everton Ribeiro ainda no primeiro tempo de jogo revoltou o vice-presidente Marcos Braz.



Através de post nas redes sociais, o dirigente do Flamengo externou o seu descontentamento.

“Segue assim . Que vergonha , a tecnologia está sendo esculachada”, disparou Marcos Braz, recebendo mensagens em tom de concordância de torcedores rubro-negros, também insatisfeitos.



O erro no lance foi comentado pelo ex-árbitro Paulo César de Oliveira, na transmissão do jogo no Premiere.

“Na minha interpretação, foi pênalti do Moisés, porque ele não disputa a bola e o impacto é nas costas. O tranco é permitido quando é dado ombro a ombro. Ele já tinha sido ultrapassado e em nenhum momento foi disputar a bola. Portanto, pênalti não marcado. A recomendação do VAR nessa fase final de campeonato é não entrar em lance interpretativo e, por isso, ele não chamou”, disse Paulo César.



O lance polêmico se deu aos 15 minutos do primeiro tempo. Na oportunidade, Everton Ribeiro foi acionado, recebendo passe da Isla, e acabou sendo deslocado nas costas por Moisés. Os atletas do Flamengo reclamaram da situação, mas o árbitro nada marcou.

O Flamengo volta a campo na próxima terça-feira (23), diante do Grêmio, em Porto Alegre, pela 35ª rodada do Brasileirão. O embate será o último antes do confronto contra o Palmeiras, pela finalíssima da Copa Libertadores.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário